Sem categoria

Federação italiana admite dividir Euro-2016 com França

Entrevistado por uma rádio italiana nesta segunda, o presidente da Federação Italiana de Futebol, Giancarlo Abete, afirmou que não se opõe a uma eventual candidatura conjunta de Itália e França para sediar a Eurocopa de 2016. Ambas as nações anunciaram, na semana passada, intenções individuais de serem o país-sede do torneio, o primeiro com 24 seleções. As outras pré-candidaturas são as de Turquia e, em conjunto, Suécia e Noruega.

“Não temos problemas com uma candidatura conjunta para sediar a Euro-2016. Se [o parceiro] fosse a França, seria um país amigo, além de próximo. Caso não fosse possível politicamente e tecnicamente, cada um continuaria sua campanha. Com grande transparência, queremos checar se esse caminho pode ser seguido. Se não for possível, não teremos medo de competir entre nós”, afirmou Abete.

A Itália já se candidatara a ser o país-sede da Euro-2012, mas perdeu para a candidatura conjunta de Ucrânia e Polônia. Os cadernos de encargos devem ser apresentados à Uefa até o dia 15 de fevereiro de 2010.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo