Sem categoria

Euro 2008 – Holanda

Como se classificou?
Apesar de ter apresentado um futebol pouco empolgante, a Holanda passou sem grandes sustos pelo grupo H, terminando na segunda posição, com 26 pontos. A única derrota antes de confirmar a vaga foi para a Romênia, que acabaria em primeiro lugar. No último jogo, já classificada, a Oranje perdeu para Belarus, aparentemente tentando se livrar da condição de cabeça-de-chave na fase final. Não adiantou, e a campeã de 1988 deve cair no grupo mais forte, já que os outros times do primeiro pote são Grécia, Áustria e Suíça.

Time-base
Van der Sar; Ooijer (Heitinga), Mathijsen, Melchiot, Bouma; De Zeeuw, Van Bronckhorst, Van der Vaart, Sneijder; Van Persie (Robben), Van Nistelrooy

Técnico
Marco van Basten ainda está longe de ter, como técnico, o prestígio que conquistou em sua curta, mas brilhante carreira como jogador. Durante os três anos e meio em que está no cargo, a Holanda nunca chegou a ter uma seqüência de partidas convincentes. Van Basten mostrou dificuldades no relacionamento com os atletas, levando jogadores como Mark van Bommel e Ruud van Nistelrooy a recusar convocações. Houve a reconciliação com Van Nistelrooy, mas não com o volante do Bayern de Munique, que seria um provável titular. A não ser que a Holanda surpreenda e conquiste o título, é possível que seja a última competição do ex-atacante à frente da Oranje.

Expectativa local
As fracas atuações nos últimos jogos não fizeram muito para animar a torcida. Os holandeses devem comparecer em massa aos estádios na Áustria e na Suíça, mas reconhecem que qualquer coisa além das semifinais é lucro.

Retrospecto nas últimas competições
Não foi à Copa de 2002. Nos dois últimos torneios, foi eliminada por Portugal: nas semifinais da Euro-2004 e nas oitavas-de-final da Copa de 2006.

Jogador-chave
Ruud van Nistelrooy, atacante do Real Madrid-ESP

Maior virtude
O talento à disposição no meio-campo, especialmente depois de Van Basten abrir mão do sagrado 4-3-3 para escalar o time no 4-4-2. Foi a maneira encontrada para Sneijder e Van der Vaart atuarem juntos.

Calcanhar de Aquiles
A defesa não foi suficientemente testada nas eliminatórias, mas parece não estar à altura do restante do time. Nomes como Bouma, Melchiot e Ooijer estão longe de ser unanimidades.

Cotação William Hill
8/1

Alemanha
Áustria
Croácia
Espanha
França
Grécia
Holanda
Itália
Polônia
Portugal
República Tcheca
Romênia
Rússia
Suécia
Suíça
Turquia

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo