Sem categoria

EUA e México: jogo decisivo nas Eliminatórias

Às 17 horas desta quarta, no estádio Azteca, na Cidade do México, ocorre um dos grandes duelos do Hexagonal Final das Eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo de 2010. À procura da reação, o México, quarto colocado do hexagonal, enfrenta os Estados Unidos, vice-líder do grupo.

Empolgada após golear os norte-americanos por 5 a 0 na final da Copa Ouro, La Tri procura manter o mesmo ritmo nas Eliminatórias, após conseguir superar Trinidad e Tobago, lanterna do Hexagonal, por 2 a 1. O retrospecto ajuda, já que a seleção dos EUA jamais superou os mexicanos fora de casa (22 derrotas americanas e um empate). E o goleiro Guillermo Ochoa usou do desempenho histórico para pensar na vitória: “Temos de tirar proveito de todos esses fatores.”

Com a convocação baseada na equipe campeã da Copa Ouro, o técnico mexicano, Javier Aguirre, mostra otimismo para a partida – e para o resto das Eliminatórias: “Não é um cenário ruim. Porque diabos ficaremos fora da Copa do Mundo? Eles têm de dar uma chance a nós. Se houvesse apenas um jogo a disputar, e tivéssemos de vencer, ainda contando com a derrota de outros dois rivais, aí eu diria que é difícil. Mas as coisas são diferentes, elas melhoraram.”

Do lado norte-americano, o técnico Bob Bradley voltou a chamar alguns jogadores que ficaram de fora da Copa Ouro – mas que estiveram no vice-campeonato da Copa das Confederações, como o defensor Oguchi Onyewu e o atacante Landon Donovan. O último reconheceu as dificuldades do ambiente, como a altitude e a má qualidade do ar: “Se você anda pela Cidade do México por alguns minutos, você ficará cansado. Há questões reais lá.”

Porém, Donovan fez questão de dizer que os norte-americanos não usarão nenhuma desculpa extra-campo, nem a pressão dos torcedores, como desculpa, em caso de derrota: “Tudo é difícil, menos em campo. Eles usam todas as influências externas para tirar vantagem, mas não usaremos isso como desculpa. Não vamos para ganhar apenas um ponto, mas para ganhar o jogo, e atuaremos do jeito que já atuamos. Podemos jogar contra qualquer time no mundo.”

Os outros duelos: Costa Rica promete atenção contra Honduras

Liderando o Hexagonal Final, com 12 pontos, a Costa Rica terá o desafio de ir ao Olímpico Metropolitano de San Pedro Sula, para enfrentar Honduras, na quarta colocação. O técnico dos Ticos, Rodrigo Kenton, prevê muitas dificuldades: “A essa altura, todos os jogos são difíceis, mas nossos encontros com Honduras são sempre mais intensos. Temos apenas de nos focar e voltar à forma que nos trouxe ao primeiro lugar. Honduras é um time forte fisicamente, e são sempre difíceis em casa. Têm técnica e movem a bola muito bem. Temos de saber disso.”

Sem o atacante David Suazo, com contusão na perna, Honduras terá a volta dos meio-campistas Wilson Palacios, Julio Cesar Leon e Amado Guevara (este último, capitão da equipe). O atacante Carlo Costly falou sobre a falta dos três, durante a Copa Ouro, e no que o retorno do trio pode ajudar os Catrachos: “Claro que não é o mesmo jogar com e sem eles. Palacios, “Rambo” (apelido de León) e Guevara são todos grandes jogadores, e é claro que dão ao time algo extra.”

No último jogo do hexagonal, os dois últimos colocados jogam para manter as chances remotas de ir à Copa. Com somente dois pontos obtidos nos últimos cinco jogos, Trinidad e Tobago recebe El Salvador, em Port of Spain. A necessidade de vitória para os Soca Warriors foi mostrada nas palavras do jogador Dennis Lawrence: “Se não vencermos desta vez, isso nos dará uma montanha quase impossível de ser escalada.”

A importância de um triunfo também foi realçada pelos salvadorenhos, penúltimos colocados. O defensor Marvin Gonzalez afirmou: “É um jogo vital para nossas esperanças [de ir à Copa]. Precisamos de foco e trabalho duro, além de ir fundo em busca dos três pontos. Se terminarmos empatando, eles [trinitários] também pontuarão, então nossa meta é a vitória.”

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo