E o primeiro líder é…

O primeiro dia na casa do Vig Vrother Bárzea começou pegando fogo. Nada de casaizinhos, ainda que Terry e Totti estivessem ávidos pela esposa de algum de seus companheiros. Bradando contra o excesso de pontos cegos entre as câmeras instaladas na mansão, Jérôme Valcke decidiu eleger um novo presidente para o Comitê Organizador do VVB.

Sem Ricardo Teixeira por perto, o jeito foi preparar uma tarefa que testasse a paciência dos vrothers. Afinal, o futuro presidente do COL precisa de resistência para “cagar montão” e aturar as acusações de que as estalecas da casa são superfaturadas.

A prova era simples. Os 12 concorrentes foram colocados dentro de um campo de futebol. Nada de espaço apertado, longe disso. O gramado tinha as medidas oficiais da Fifa, tudo ao gosto de Monsieur Valcke. O vencedor seria aquele que aguentasse os companheiros (e se aguentasse) por mais tempo dentro das quatro linhas.

Porém, não precisou nem mesmo a prova começar para o primeiro vrother ser eliminado. Carlos Alberto foi reprovado nos exames médicos e não pôde nem mesmo participar da tarefa. Com apenas 11 em campo, alguns demonstraram logo de início que não suportariam o tranco. Fred exagerou nos caipisaquês da noite anterior e alegou gastroenterite para deixar o gramado.

A carga extra de exercícios que Adriano fez para recuperar sua forma sacrificaram sua prova. Já Ronaldinho Gaúcho precisou dar um pulinho na delegacia, depois que papelotes de “crack” foram encontrados com a foto do craque. Desamparado pelo Milan, Tevez preferiu deixar a prova para encontrar um novo lugar na casa onde pudesse se sentir feliz.

E assim foi, até restarem três heróis: Balotelli, Jobson e Totti. O garoto-problema do City resistia firme, até que a bexiga pesou. Precisou parar seu Bentley em um colégio para tirar a água do joelho. Jobson seguia determinado. “É marcar gols e não fazer besteira”, dizia. Não deu. O fato de estar no Botafogo acabou pesando para o atacante – seria difícil ganhar algo em General Severiano além do Cariocão. A vitória caiu no colo de Totti. Na comemoração, o galã italiano levantou a camisa: “Desculpem pela demora”. Parabéns ao novo líder!

Observação: Não entendeu nada? Então clique aqui e conheça o regulamento e os participantes do Vig Vrother Bárzea, o primeiro unreality show do futebol mundial.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo