Sem categoria

Do Nordeste à Croácia

Aos 20 anos, o jovem atacante Eliomar já tem boas histórias para contar. Há menos de três anos, o habilidoso jogador estava nas categorias de base do Petrolina, em Pernambuco, às margens do Rio São Francisco. Hoje, vive na pequena Cakovec, interior da Croácia, onde defende o Medimurje.

Essa virada na vida do jogador se deu rapidamente e ele ainda se adapta à nova realidade. Eliomar surgiu como promessa no Náutico, onde fez bons jogos. Agora, no futebol croata, pretende se destacar para conseguir uma transferência melhor. Nesta entrevista concedida à Trivela por email, o atacante fala um pouco sobre tudo isso.

Como você foi parar na Croácia?
No início da minha carreira tive um treinador que tinha algum conhecimento e contatos na Europa. Até então eu não sabia nada. Me destaquei e fui vendido ao atual dono do meu passe, que é o Náutico. Aí o treinador do Medimurje procurou meu empresário e, apesar de um pouco conturbada no começo, a transação deu certo e tive a oportunidade de conhecer o futebol europeu.

Você procurou se informar um pouco sobre Medimurje antes da sua transferência? Como está sendo a adaptação?
No início não procurei saber muito, mas depois que percebi que a negociação ia acontecer, tentei ir atrás de algumas informações. Hoje a adaptação está sendo tranquila, até mesmo pelo contato com os outros brasileiros que atuam no futebol croata.

Cakovec é uma cidade muito pequena. Como é morar no interior da Croácia?
A cidade fica no interior da Croácia e é bem pequena e bonita. Estamos a 75 km da capital Split. De qualquer modo, está sendo uma experiência única para mim, estou adorando.

O que mais lhe motivou a se transferir para o Medimurje?
Eu não estava sendo valorizado no Brasil, então não pensei duas vezes quando apareceu a proposta do Medimurje e vim para a Europa, que é o sonho da maioria dos jogadores.

Em relação ao futebol, o Campeonato Croata é muito diferente do Brasileiro? Como você classificaria o futebol daí?
O futebol daqui é muito diferente em comparação ao brasileiro. Uma coisa eu posso lhe garantir: o futebol brasileiro é diferenciado dos outros.

O Medimurje é um time médio da Croácia. Quais são as expectativas do clube para esta temporada?
Nesta temporada a expectativa da equipe é chegar entre os cinco primeiros colocados do Campeonato Croata, para conseguir uma das vagas na Copa Uefa.

E as suas? Espera conseguir uma transferência para outra equipe na Europa logo? Até quando vai seu contrato?
Tenho como principais metas fazer um bom campeonato e, consequentemente, lutar por uma dessas vagas na Copa Uefa. Meu contrato vai até o final de 2008, e espero conseguir um melhor também.

A torcida costuma lotar as arquibancadas e apoiar bastante durante os jogos?
O Medimurje não tem muita tradição, mas em dias de jogos a torcida costuma comparecer em bom número ao estádio, que também é bem pequeno (capacidade para apenas 7 mil pessoas).

Em termos de estrutura, como você classificaria o Medimurje em relação ao que você conhece no Brasil?
Por ser uma equipe jovem da Croácia (foi fundado em 2003), eu compararia com o Náutico, por exemplo.

Existe algum tipo de preconceito em relação ao jogador brasileiro na Croácia? Você conhece os outros atletas brasileiros que atuam no Campeonato Croata?
Até o momento, não presenciei nenhum preconceito dos croatas em relação aos jogadores brasileiros. E olha que são muitos os brasileiros atuando na primeira divisão do Campeonato Croata, sem falar que a maior estrela do futebol croata é um brasileiro (no caso, Eduardo da Silva).

Ficha
Nome completo: Eliomar dos Santos Silva
Local e data de nascimento: Garanhuns (PE) – 12/02/1987
Posição: atacante
Clubes: Petrolina (2005), Náutico (2005 e 2006), CSA (2007), Linense (2007) e Medimurje (2007)

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo