Sem categoria

Diego: Pioneiro na Espanha

O goleiro brasileiro Diego, do Almería, fará sua estréia no Campeonato Espanhol neste sábado (1º/12), contra o Sevilla. A oportunidade foi aberta por causa de uma cláusula no contrato do titular Cobeño, que está emprestado pelo Sevilla e não pode enfrentar seu clube.

Destaque do Atlético-MG nos títulos da Série B do Brasileiro, em 2006, e do Campeonato Mineiro, em 2007, Diego Alves Carreira foi negociado com o Almería após se destacar pelo Galo no início da Série A. Chegou até a ser pré-convocado por Dunga para a Copa América, mas não entrou na lista final para a competição.

Além de entrar para a história como o primeiro goleiro brasileiro na liga espanhola, segundo a imprensa local, Diego, de 22 anos, sabe que a partida deste sábado é fundamental para seu sonho de disputar as Olimpíadas de Pequim.

O Almería, promovido na temporada passada, luta para permanecer na elite e atualmente ocupa a 14ª posição na tabela de 20 times, com 13 pontos em 13 partidas.

Nesta sexta-feira (30/11), Diego falou à Trivela sobre sua expectativa para a partida e sobre seu sonho olímpico.

Diego, você fará sua estréia pelo Almería justamente contra o Sevilla, que tem um dos ataques mais fortes da Europa. Isso te preocupa?
Enfrentar um time como o Sevilla sempre preocupa, é claro. Nosso objetivo é, acima de tudo, fazer um bom jogo. Sabemos os limites da nossa equipe, e sabemos que o Sevilla, que vem de duas derrotas, quer melhorar na tabela. O Luís Fabiano está em ótima fase e vamos precisar de muita atenção com ele.

Você disse à imprensa espanhola que não temia enfrentar Luís Fabiano e Kanouté.
É verdade, falei até em tom de brincadeira. O que quero dizer é que o jogador profissional adquire confiança e experiência para encarar qualquer situação. Não dá para ter medo dentro de campo.

O Almería tem atuado bem contra times mais fortes, como nos empates com Villarreal e Atlético de Madrid e até na derrota para o Real Madrid no Bernabéu. É algo que chega a surpreender?
Realmente estamos jogando bem contra os times da parte de cima da tabela. É uma pena que tenhamos deixado a desejar contra alguns adversários diretos, especialmente quando jogamos em casa. De qualquer forma, nosso objetivo é permanecer na primeira divisão. Quando começa a temporada, a imprensa daqui praticamente “crava” os times que vão ser rebaixados, mas estamos lutando para ficar na elite e, quem sabe, até cavar uma vaga na Copa Uefa. Seria espetacular.

O que você acha de ser o primeiro goleiro brasileiro na liga espanhola?
Eu nem sabia, até a imprensa daqui começar a falar a respeito. Para mim, é motivo de grande satisfação. Já fiz minha estréia oficial contra o Levante, pela Copa do Rei, e agora tenho minha primeira chance no campeonato.

Você tem idade para disputar as Olimpíadas. Caso não consiga conquistar a posição de titular no Almería, pensa em retornar ao Brasil para ter mais chances de ser convocado?
Minha cabeça está voltada para ficar na Europa. Já me adaptei ao clube e entendi o que esperam que eu faça, como querem que eu jogue. Quero conquistar meu espaço aqui e, pelas minhas atuações no Campeonato Espanhol, ser chamado para as Olimpíadas.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo