Sem categoria

“Dá pra chegar na final da LC”

Entre os times ainda vivos na briga pelo título da Liga dos Campeões ninguém surpreende tanto quanto o Fenerbahçe. Eliminando equipes médias como CSKA Moscou, PSV Eindhoven e Sevilla, os Canários, sob grandes atuações de Alex e Deivid, se colocam ao lado dos maiores gigantes do Velho Continente.

Edu Dracena, zagueiro titular do time, vive um momento curioso. Nos jogos contra o CSKA pela fase de grupos, fez gol contra em Istambul e cometeu duas falhas que resultaram em dois gols dos russos em Moscou. Diante do Sevilla, agora pelas oitavas, a sorte de Dracena não mudou. Após balançar as próprias redes no jogo de ida, o brasileiro desperdiçou sua cobrança na disputa de pênaltis. Para a sorte dele, Volkan Demirel parou os espanhóis e o Fenerbahçe avançou.

Mesmo com algumas falhas, Edu Dracena segue como titular absoluto no onze de Zico, vivendo seu melhor momento como treinador. Revelado pelo Guarani e dono de sólida carreira com a camisa do Cruzeiro, o zagueiro falou com exclusividade à Trivela sobre o momento incrível pelo qual passa o Fenerbahçe. E, claro, sobre suas falhas.

Já dá pra pensar em final ou ainda é muito cedo?

A gente pensa sim na final. Mas temos que subir degrau a degrau, não adianta pensar na final e não ganhar dos outros antes. O pensamento é chegar na decisão, respeitando todo mundo. Do jeito que a gente vem, pegando moral, dá sim pra chegar lá.

Você não tem tido tanta sorte na Liga dos Campeões. Como está sua cabeça? O grupo tem te apoiado nesse momento difícil?

Eu não penso em momento difícil, não. Só acontece com quem está lá dentro, estou tranqüilo. Procuro fazer meu trabalho sério, como sempre fiz, e podem acontecer erros. É natural, não posso é deixar isso me abater. Em um jogo, você tira umas 30 bolas e basta falhar uma para ficar marcado.

Desde quando entrevistamos o Alex no ano passado, tínhamos a sensação de que vocês estavam muito determinados para essa Liga dos Campeões. O torneio estava entalado na garganta de todo mundo?

Sim. Com a chegada de outros jogadores importantes, o time se fortaleceu e com isso a nossa confiança também. Não só na parte técnica, mas também na experiência dentro e fora de campo. Agora estamos colhendo os frutos.

Como foi enfrentar o Sevilla?

Nos três últimos anos, eles vêm crescendo muito, têm dois títulos da Copa Uefa. Vimos há uns dias que eles estavam como o primeiro time da Europa, com mais pontos em um ranking (IFFHS). A dificuldade era a mesma ou até maior do que pegar um Milan ou Arsenal. É um time muito forte, com jogadores que jogam juntos há muito tempo.

Quem foi mais difícil? Inter ou Sevilla?

Foram jogos diferentes. A Inter foi na fase de classificação, e sabíamos que podia perder e depois recuperar. Com o Sevilla não. Se não fosse bem, pararia por ali. Por isso, com eles foi mais difícil.

Em que a LC é diferente das outras competições?

Na LC estão os melhores times da Europa. Só de estar participando, já é uma emoção muito grande. Poder chegar onde estamos chegando é algo imenso, até porque o mundo todo assiste aos jogos e você acaba repercutindo muito.

O Sivasspor tem força para brigar pelo título turco?

Estão na briga ainda. Eles e os três grandes têm chances de título.

Os turcos são famosos por serem ultranacionalistas. No Fenerbahçe, por ter tanto brasileiro no time, você já sofreu ou ouviu alguma coisa por não ser turco?

Os turcos gostam dos estrangeiros e principalmente do brasileiro. Eles aprendem com a gente e os resultados também ajudam. Ninguém no clube tem inveja e todos entram no espírito de ajudar a equipe em alcançar títulos. Os jogadores brasileiros aumentam muito a competitividade do futebol turco e isto tem, inclusive, ajudado a seleção.

FICHA

Nome: Eduardo Luís Abonízio Souza

Data de Nascimento: 18/maio/1981, em Dracena, São Paulo.

Clubes:

1999: Guarani

2002: Olympiakos

2003: Cruzeiro

2006: Fenerbahçe

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo