Sem categoria

Copa Uefa 2007/8 – Grupo E

Bayer Leverkusen (Alemanha)
Sparta Praga (Rep. Tcheca)
Spartak Moscou (Rússia)
Toulouse (França)
Zürich (Suíça)

Barbada: O Bayer Leverkusen pode não ter mais o time vice-campeão europeu em 2002, mas a equipe atual é mais do que suficiente para ir além da fase de grupos da Copa Uefa. O ataque conta com Fanis Gekas, artilheiro da última temporada da Bundesliga pelo Bochum, e o jovem Stefan Kiessling, cada vez mais maduro. Bernd Schneider é um dos melhores meio-campistas do país, e o defensor chileno Arturo Vidal, contratado para esta temporada, tem se mostrado um bom investimento.

Boas chances: O Spartak Moscou, que vem brigando ponto a ponto com o Zenit pelo título russo, tem uma interessante variedade em seu elenco. O Spartak conta com o experiente meia Yegor Titov – segundo principal goleador do time este ano – e com o jovem atacante Dzyuba, considerado uma das principais promessas do futebol russo. O artilheiro da equipe é Roman Pavlyuchenko, o herói da virada da seleção russa sobre a Inglaterra nas eliminatórias da Eurocopa-2008. O Toulouse poderia até estar na fase de grupos da Liga dos Campeões, se o sorteio da fase preliminar não tivesse sido ingrato, colocando o Liverpool em seu caminho. Os franceses tiveram um início apenas regular na atual temporada da Ligue 1, mas ainda podem ser considerados uma aposta segura para uma boa campanha na Europa.

Corre por fora: Atual campeão tcheco, o Sparta Praga é outro que pode se queixar de má sorte na LC, já que pegou o Arsenal e não conseguiu impor resistência, “caindo” para a Copa Uefa. As dificuldades para eliminar o Odense (vitória nos pênaltis após dois empates sem gols) e apenas um quarto lugar na liga nacional após nove rodadas indicam um time longe de sua melhor forma.

Azarão: O Zürich se sagrou campeão suíço nas duas últimas temporadas, superando o mais badalado Basel. As exigências européias, no entanto, devem ficar um patamar acima da capacidade da equipe, que na primeira fase se beneficiou da inexperiência do Empoli e do fato de os italianos terem poupado seus principais jogadores. O time dificilmente fará valer o fator campo nos jogos em casa contra Toulouse e Leverkusen.

Craque do grupo: Johan Elmander, atacante do Toulouse, pode ser considerado o grande responsável pela subida de nível do time na temporada passada. O sueco se destaca pelos gols e pela posição de liderança no elenco, a ponto de o clube ter rejeitado uma oferta de € 10 milhões do Lyon este ano.

O jogo mais interessante: O Spartak Moscou recebe o Bayer Leverkusen no dia 8 de novembro, em um confronto que pode até ser decisivo para o primeiro lugar no grupo. O time russo costuma impor dificuldades quando joga em casa, especialmente por estar adaptado ao gramado sintético do estádio Luzhniki.

Quem tem história na Europa:

– Bayer Leverkusen, finalista da Liga dos Campeões em 2002, campeão da Copa Uefa em 1988.

Veja mais:

Apresentação
Grupo A
Grupo B
Grupo C
Grupo D
Grupo F
Grupo G
Grupo H
Tabela

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo