Sem categoria

Contra Werder, Inter inicia semana difícil

A Internazionale tem um começo de temporada irregular. Afinal, começou a fase de grupos da Liga dos Campeões empatando com o Twente. E, na última rodada do Campeonato Italiano, foi derrotada pela Roma. Nada mais natural, portanto, que a partida contra o Werder Bremen, nesta quarta, pela segunda rodada da fase de grupos da LC, seja encarada como a chance de uma recuperação para o time de Rafa Benítez.

E o técnico nerazzurro reconheceu a dificuldade do desafio que terá no San Siro. “O Werder Bremen é um time forte, com mentalidade e experiência. Certamente, será um jogo difícil.” Benítez ainda aproveitou para elogiar o técnico do adversário, Thomas Schaaf. “Eu não o conheço pessoalmente, mas sei que ele tem experiência e qualidade”.

A necessidade da vitória, em meio a uma semana difícil (na próxima rodada do Campeonato Italiano, a equipe enfrenta a Juventus), também foi ressaltada por Benítez. “Todos os times no grupo empataram suas primeiras partidas, então querem vencer agora.” O goleiro Júlio César, por sua vez, demonstrou alívio com a possibilidade de recuperação: “Uma coisa boa, no futebol, é que, quando há uma derrota, você tem a chance de provar a você mesmo, aos torcedores e ao presidente que foi só um tropeço”.

O Werder, por sua vez, tem duros desfalques para a partida em Milão. O capitão Torsten Frings lesionou suas costas, enquanto o atacante Claudio Pizarro rompeu um músculo da coxa – mesmo caso do defensor Clemens Fritz. Restou a Thomas Schaaf, apenas, lamentar as lesões: “É um golpe duro para nós, uma grande perda de qualidade, às vésperas de uma viagem difícil”.

Porém, Schaaf disse ter confiança no retrospecto da equipe contra os interistas – em quatro jogos pela LC, houve uma vitória para cada lado e dois empates. “Até agora, temos tido boas experiências nos jogos contra a Inter. Entretanto, nós ainda não conseguimos vencê-los em Milão. Isso seria bom”, disse o treinador.

Já o atacante Hugo Almeida demonstrou motivação. “Jogar contra os atuais campeões é um grande desafio para nós. Mas eu estou muito confiante, porque sempre fizemos um bom jogo quando jogamos contra times grandes. Apesar de alguns de nossos jogadores estarem lesionados, acho que vamos mostrar um bom desempenho “, disse Almeida. “É nosso objetivo ganhar da Inter”, completou.

No outro jogo do Grupo A, o Tottenham receberá o Twente, em White Hart Lane. E o meio-campista Jermaine Jenas pediu que a equipe repita o bom desempenho visto no primeiro tempo contra o Werder Bremen: “O modo como jogamos foi o melhor que vi, desde que cheguei ao Tottenham. Estávamos no topo, dominávamos a posse de bola e poderíamos ter marcado um ou mais gols.”

O técnico Michel Preud'homme, por sua vez, pediu atenção do Twente com o adversário: “Precisamos estar concentrados. Temos um time com jogadores que têm experiência internacional, e estão sendo usados em suas seleções.” Preud'homme ainda elogiou o Tottenham: “Eles perderam alguns jogadores nos últimos jogos, mas o time ainda esteve num nível alto. O Tottenham joga na elite inglesa, e conta com um grande elenco.”

Messi: a grande dúvida do Barcelona

Pelo Grupo D, o Barcelona terá uma viagem à Rússia. A equipe de Josep Guardiola enfrentará o Rubin Kazan – a mesma equipe que conseguiu, na fase de grupos da temporada passada, surpreender os Culés, vencendo por 2 a 1 em pleno Camp Nou. O diretor esportivo do Barça, Andoni Zubizarreta, lembrou da surpresa: “O Rubin nos surpreendeu em casa na temporada passada, e aquilo ajudou o grupo a se estabilizar.”

No entanto, a principal dúvida do time espanhol reside em Lionel Messi. Ainda se recuperando de lesão no tornozelo, o argentino pode jogar em Kazan, segundo Josep Guardiola: “Ele tem a opção de jogar. A decisão recai exclusivamente nas mãos dos médicos.” No entanto, Guardiola acrescentou: “Perguntei a ele na segunda como ele se sentia, tendo em vista que a partida é muito importante.”

Do lado do Rubin, o clima é de confiança. Em busca do tricampeonato russo, a equipe busca a recuperação na LC, após a derrota para o Kobenhavn, no jogo de estreia. Jogador da equipe, Aleksander Ryazantsev disse: “Estamos todos num clima confiante para o jogo contra o Barcelona.”

Em necessidade de recuperação também está o Manchester United. Após ter ficado em empate sem gols contra o Rangers, a equipe visitará o Valencia, pelo Grupo C. E não terá seu principal atacante: Wayne Rooney lesionou o tornozelo, na partida contra o Bolton, pelo Campeonato Inglês, e não está disponível. Sobre a dura decisão, o técnico Alex Ferguson disse: “Você não quer perder seus melhores jogadores, isso é ponto pacífico.” Além de perder Rooney, o United não terá Paul Scholes, com uma lesão na panturrilha.

Do lado do Valencia, sobraram elogios ao adversário. O técnico dos Ches, Unai Emery, elogiou Ferguson: “No nível de treinamento, tenho grande respeito por ele. É como um espelho para ver, para aprender todas as coisas que contribuem para o jogo.” No entanto, Unai acrescentou: “Temos grandes expectativas, com nossa mira vendo alto, e estamos confiantes de que as coisas sairão bem.”

Confira os jogos desta quarta pela Liga dos Campeões

Grupo A
Internazionale x Werder Bremen
Tottenham x Twente

Grupo B
Hapoel Tel Aviv x Lyon
Schalke 04 x Benfica

Grupo C
Valencia x Manchester United
Rangers x Bursaspor

Grupo D
Rubin Kazan x Barcelona
Panathinaikos x Kobenhavn

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]a.com

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo