Sem categoria

Confusão e arbitragem polêmica prejudicam Seleção sub-20

Em um jogo com arbitragem polêmica, o Brasil empatou por 2 a 2 com o Chile neste domingo, em confronto realizado em Luque, na segunda rodada do hexagonal final do Sul-Americano Sub-20. O árbitro colombiano Albert Duarte, trocou empurrões com jogadores brasileiros, que se revoltaram com algumas marcações equivocadas e o agrediram. Com o resultado, a Seleção se complicou na briga por uma das duas vagas para os Jogos Olímpicos de Pequim.

O Brasil novamente fez uma partida ruim, e só conseguiu ficar em vantagem no segundo tempo, quando o Chile ficou com um atleta a menos. Aos treze minutos, Larrondo recebeu o cartão vermelho. Logo em seguida, Amaral cruzou da direita e Alexandre Pato, de cabeça, abriu o marcador.

Aos 32, Luiz Adriano e Martinez se desentenderam e também foram expulsos. Cinco minutos depois, veio a primeira decisão polêmica de Duarte: o árbitro marcou pênalti em uma trombada de Carlinhos em Medina. Vidal cobrou e empatou. O Brasil reagiu aos 40, em nova jogada de Amaral. Tchô ficou com a bola e marcou o segundo.

Quando o resultado parecia definido, o juiz marcou outro pênalti a favor dos chilenos. O colombiano considerou que Fabiano Oliveira ergueu demais o pé na frente de um adversário. Vidal cobrou de novo e definiu o placar. Com o apito final, começou a confusão. O volante Fernando partiu para cima de Duarte e o chutou. O juiz caiu no chão e policiais intervieram para evitar novas agressões. O árbitro saiu de campo sob proteção.

Nos outros jogos do dia, a Argentina venceu o Paraguai por 1 a 0, e o Uruguai derrotou a Colômbia por 2 a 0. A Celeste lidera o hexagonal, com seis pontos, seguida por Chile (quatro), Argentina (quatro), Brasil (dois), Paraguai (zero) e Colômbia (zero).

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo