Sem categoria

Chelsea sofre, mas volta a vencer na Premiership

Alguns dias após perder para o Middlesbrough, o Chelsea retomou o curso rumo à ponta da tabela com uma vitória por 2 a 0 sobre o Blackburn Rovers, em Ewood Park, neste domingo.

Apesar do placar, os Blues tiveram bastante trabalho e só conseguiram tirar o primeiro zero do placar graças a uma ajudinha do zagueiro holandês André Ooijer, que cometeu um pênalti em John Terry aos 4 minutos do segundo tempo. Frank Lampart converteu a cobrança. Didier Drogba, que entrou no lugar de Kalou, driblou Ooijer antes de bater forte, sem chances para o goleiro Brad Friedel.

Mais cedo, o Aston Villa manteve sua invencibilidade com uma vitória por 2 a 0 sobre o Newcastle, no Villa Park. Luke Moore abriu o placar logo no segundo minuto de jogo, num chute rasteiro, de longa distância. Juan Pablo Angel marcou de curta distância, aos 38 minutos.

Os Magpies se complicaram no segundo tempo, quando o recém-contratado Obafemi Martins, que custou chr(128) 15 milhões, se machucou aos 15 minutos do segundo tempo. Como o técnico Glenn Roeder já havia feito suas três substituições, o Newcastle ficou com 10 homens por pelos últimos 30 minutos.

O Villa assume agora a vice-liderança, com os mesmos sete pontos do Everton. O líder é o Manchester United, que no sábado venceu o Watford por 2 a 1 no sábado.

Middlesbrough e Portsmouth fecham, nesta segunda, a terceira rodada da liga inglesa.

Confira a situação da terceira rodada da Premiership

Sábado, 26/agosto
Liverpool 2×1 West Ham
Charlton Athletic 2×0 Bolton
Fulham 1×0 Sheffield United
Tottenham 0x2 Everton
Watford 1×2 Manchester United
Wigan 1×0 Reading
Manchester City 1×0 Arsenal

Domingo, 27/agosto
Aston Villa 2×0 Newcastle
Blackburn 0x2 Chelsea

Segunda, 28/agosto
Middlesbrough x Portsmouth

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo