Sem categoria

Bin Hammam chama Blatter de ditador

Mohamed bin Hammam, após ser suspenso pela Fifa de exercer qualquer cargo no futebol, chamou o presidente Joseph Blatter de ditador.

“Isso é um ato de um ditador. Você tem testemunhado através da história que, quando uma pessoa pensa que tal indivíduo tem potencial para substituí-lo, a primeira coisa que se faz é tentar fabricar uma prova contra para que ele vá para a cadeia ou algo assim”, disse Bin Hammam em entrevista à Sky Sports.

“Não sei se Mr. Blatter se consedera ou não um lider, mas um líder não se vinga”, continuou o ex-presidente da Confederação Asiática de Futebol (AFC).

Ao ser questionado se a troca de presentes entre os dirigentes da Fifa era um ato comum, ele respondeu: “Isso é uma prática muito normal”, disse. “Esse relógio ganhei presente. É um gesto. Quando eu ganhei, não dei nada em troca.”

O dirigente catarino se defendeu das acusações de que teria dado dinheiro aos dirigentes da Concacaf (Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe) em troca de votos na votação para presidente da entidade máxima do futebol e declarou que a Fifa não tem provas suficientes para condená-lo.

“Fiquei surpreso ao ouvir que o comitê de ética estava incerta sobre o que eram as acusações e que eles não entraram em acordo”, disse Bin Hammam.

A decisão de suspender Bin Hammam foi anunciada no último sábado depois de dois dias de audiência do Comitê de Ética da Fifa. O dirigente não compareceu às reuniõesEx-.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo