Até Berlusconi chorou

O molho da macarronada nesta terça ficou mais ralo com o choro da mammas italianas.  Afinal, um filho ilustre da Bota levaria uma bota do Vig Vrother Bárzea nesta terça-feira. A máfia entrou de luto. O papa apareceu na praça de São Pedro para se manifestar. E até mesmo Silvio Berlusconi decidiu suspender o bunga-bunga em respeito a Totti e Balotelli. Se eram rivais do ex-primeiro-ministro em campo, eram grandes parceiros para as festinhas de bastidor.

Balotelli esteve cotado para sair durante boa parte da votação. Il Capitano Totti, porém, fez valer sua fama de pessoa amigável e, atraindo a ira dos telespectadores, arrumará a sua trouxa de roupas. O galã de Roma poderá finalmente parar de criar caso na mansão para procurar novos casos extraconjugais fora dela.

A felicidade de Balotelli com a permanência no VVB foi retumbante. Como de praxe, soltou alguns foguetes para celebrar. Ainda convidou os outros vrothers para um joguinho de dardo, mas, como ninguém se voluntariou para ser o alvo humano, o ragazzo desencanou. O jeito foi repetir o ato bondoso do natal e pagar bebidas para todos os companheiros – o que, convenhamos, a maioria da casa adorou.

Dentre os outros participantes. As atenções ficaram em torno do Adriano. E, incrivelmente, não por uma besteira, mas por sua abnegação em prol do espírito esportivo. O atacante glutão permaneceria o restante da semana confinado – no CT do Corinthians – focando em sua recuperação física. Se deixar os aperitivos de lado, é forte candidato para a liderança na quinta-feira.

Observação: Não entendeu nada? Então clique aqui e conheça o regulamento e os participantes do Vig Vrother Bárzea, o primeiro unreality show do futebol mundial.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo