Sem categoria

Argentina decepciona e para na Bolívia

Não foi como a maioria esperava. Na abertura da Copa América, a Argentina, jogando em La Plata, decepcionou seus torcedores e apenas empatou com a Bolívia, na noite desta sexta-feira, pelo Grupo A da competição.

Com um futebol fraco e muito mal organizado, a equipe também viu seus dois principais jogadores, Lionel Messi e Carlitos Tevez, terem atuações fracas. Já a equipe visitante se armou bem na defesa e chegou a desperdição boas chances para conquistar a vitória.

Como esperado, os argentinos começaram pressionando os bolivianos, que não conseguiam deixar o campo defensivo com a bola nos pés. No entanto, o volume de jogo dos donos da casa não foi suficiente para criar uma chance clara de gols nos primeiros 15 minutos.

Lionel Messi armava as melhores jogadas, mas com Carlos Tevez e Ezequiel Lavezzi bem marcados, o melhor do mundo não conseguia resolver sozinho. Já a Bolívia, em seu primeiro contra-ataque, aos 21 minutos, chegou a ameaçar Sergio Romero com um chute de fora da área de Edvaldo Rojas, brasileiro naturalizado boliviano.

Pouco depois, aos 24, Lavezzi recebeu pela esquerda da área, avançou e cruzou. A bola atravessou toda pequena área e ninguém apareceu para finalizar. Na sequência, aos 30, foi a vez de Tevez aparecer pela esquerda da área, chutar e obrigar Carlos Arias a mandar para escanteio.

A Argentina cresceu no jogo novamente. Dois minutos depois, Messi deu um chute despretensioso, mas o goleiro boliviano rebateu. Cambiasso aproveitou, bateu pro gol, mas Arias se recuperou.

No final do primeiro tempo o jogo ainda esquentou, mas na vontade exagerada de alguns jogadores – o que resultou em três cartões amarelos, um para a Albiceleste e dois para La Verde.

E na segunda etapa, logo aos dois minutos, o improvável aconteceu. Após cobrança de escanteio da esquerda, Edivaldo Rojas se antecipou à defesa e tocou de calcanhar, de primeira. Ever Banega, junto à trave, tentou dominar a bola, mas a viu passar por entre suas pernas. Romero, atrasado, não conseguiu evitar o primeiro gol da Copa América.

Antes disso, no intervalo, o técnico Sergio Batista sacou um de seus três volantes, Esteban Cambiasso, e mandou a campo Ángel di María. Com isso, apesar do gol sofrido, a Argentina melhorou. A primeira boa oportunidade veio aos 14 minutos, com um chute de Messi dentro da área, que Arias quase entregou e na sequência Luis Gutiérrez por pouco não marcou contra.

Só que aos 20 minutos, Marcelo Moreno apareceu livre diante de Romero em contra-ataque. O atacante do Shakhtar Donetsk tentou driblar o goleiro do AZ, que foi melhor e evitou a ampliação do placar. No minuto seguinte foi a vez de Di María avançar pela esquerda, chutar cruzado e quase empatar.

Mas após tanto insistir, a Albiceleste empatou. Aos 30 minutos, Di María inverte a jogada da esquerda para a direita e Javier Zanetti, de peito, ajeitou para o atacante do Atlético de Madrid bater de primeira e marcar um golaço.

E Agüero quase virou aos 33, quando finalizou de trivela pelo lado direito da área para grande defesa de Arias. Nos minutos seguintes os argentinos perderam mais algumas boas oportunidades, mas também levaram um susto em um contra-ataque puxado por Juan Carlos Arce.

No final, decepção no Ciudad de La Plata e algumas vaias nas arquibancadas. Agora, no dia 6, a Argentina encara a Colômbia e a Bolívia pega a Costa Rica.

Ficha técnica

Argentina 1×1 Bolívia

Local: Ciudad de la Plata, La Plata (ARG)
Data: 01/jul, sexta-feira
Árbitro: Roberto Silvera (URU)
Gols: Sergio Agüero aos 30'/2T (Argentina); Edivaldo Rojas aos 2'/2T (Bolívia)
Cartões amarelos: Carlos Tevez e Ezequiel Lavezzi (Argentina); Walter Flores, Luis Gutiérrez, José Luis Chávez e Ronald Rivero (Bolívia)

Argentina
Sergio Romero, Javier Zanetti, Nicolás Burdisso, Gabriel Milito e Marcos Rojo; Javier Mascherano, Esteban Cambiasso (Ángel di María no intervalo) e Ever Banega; Lionel Messi, Ezequiel Lavezzi (Sergio Agüero aos 25'/2T) e Carlos Tevez. Técnico: Sergio Batista.

Bolívia
Carlos Arias, Lorgio Álvares, Ronald Raldes, Ronald Rivero e Luis Gutiérrez; Jaime Robles, Walter Flores, Joselito Vaca (José Luis Chávez aos 18'/2T) e Jhasmani Campos (Juan Carlos Arce aos 35'/2T); Edivaldo Rojas (Rudy Cardozo aos 44'/2T) e Marcelo Moreno. Técnico: Gustavo Quinteros.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo