Sem categoria

10 em Forma: Argentina

Ever Banega (Boca Juniors)
Volante
Rosario, 29/06/1988
1m75, 83kg

Quando Fernando Gago saiu para o Real Madrid, a torcida do Boca ficou preocupada por pouco tempo, porque seu substituto seria Ever Banega. Um dos destaques da seleção argentina campeã mundial sub-20, Banega dificilmente não vai para a Europa rapidinho. Sim, ele é um volante, mas joga com categoria e visão de meia-atacante. Consegue cobrir uma grande área do campo garantindo qualidade na saída de bola e também leva perigo quando se aproxima do gol adversário. Clique aqui e veja um perfil mais completo de Banega, feito por Guilherme Pannain.

Neri Cardozo (Boca Juniors)
Meia-atacante
Godoy Cruz, 08/08/1986
1m72, 62kg

Cardozo é o companheiro de Banega na faixa central da linha média do Boca. Enquanto Banega segura o rojão da marcação, Cardozo tem um pouco mais de liberdade para avançar e armar as jogadas. Tende a cair pelo lado esquerdo e um de seus fortes é a capacidade de aceleração. Com somente 21 anos, já está em sua quarta temporada como profissional.

German Denis (Independiente)
Atacante
Lomas de Zamora, 10/09/1981
1m83, 78kg

Denis não é um jogador que encante a todos com um futebol fino e técnico. Mas quando se trata de colocar a bola para dentro do gol, ele não decepciona. No Apertura recém-terminado, Germán Denis foi o artilheiro, com 18 gols (somente um cobrando pênalti). Já teve até uma passagem pelo Cesena-ITA em 2002, mas é agora que provavelmente tem maturidade para vôos maiores. O perfil de Germán Denis na seção Olheiro você encontra aqui.

Alexis Ferrero (Tigre)
Zagueiro
Calchaquí, 31/03/1079
1m81, 79kg

As chances dos brasileiros ouvirem falar mais de Ferrero em 2008 são muito grandes. Na Argentina se dá como certa a sua transferência para o Botafogo, que perdeu o zagueiro Juninho para o São Paulo. Pelo visto, os alvinegros cariocas não devem se lamentar. O defensor de Calchaquí foi o cerne da defesa do vice-campeão argentino com um futebol muito seguro e regular. Já tem bastante experiência (cerca de 200 jogos pela liga argentina) e é bom no jogo aéreo, fazendo gols eventualmente.

Leandro Lazzaro (Tigre)
Atacante
Buenos Aires, 08/03/1974
1m88, 87kg

O veterano atacante não é famoso, mas tem uma carreira internacional extensa. Típico centroavante, forte e com pouca mobilidade, Lazzaro já passou por vários clubes da Itália (Salernitana, Nocerina, Pro Sesto, Ravenna e Tivoli) e Rep. Tcheca (Sparta Praga e Slovan Liberec). É um jogador que está dando ‘sopa’ para algum time que precise de um limpa-trilho para colocar a bola para dentro. (Alô, Corinthians?).

Rodrigo Palacio (Boca Juniors)
Atacante
Bahia Blanca, 05/02/1982
1m75, 66kg

Palacio é um daqueles jogadores do Boca Juniors que todos os clubes europeus querem. Misteriosamente, ele segue na Bombonera ano após ano. Rápido e tecnicamente dotado, Palacio é atacante, mas joga entre meio-campo e área, fazendo a aproximação, mais na função de segundo avante – embora possa jogar também como centroavante. Depois do (pela enésima vez) recém-chegado Riquelme, Palacio é o melhor jogador dos ‘Bosteros’.

Agustín Pelletieri (Lanús)
Meio-campista
Buenos Aires, 17/05/1982
1m75, 70kg

O criador de jogadas do Lanús campeão argentino. Mesmo jogando num time de menor porte, Pelletieri se destacou a ponto de ser chamado por Alfio Basile para a seleção argentina. Visão, bom passe e capacidade de impor o ritmo de jogo de seu time são suas maiores virtudes. Além disso, é capaz de fazer gols se inserindo no ataque.

Pablo Piatti (Estudiantes)
Atacante
La Carlota, 31/03/1989
1m63, 55kg

Piatti é provavelmente o jogador do Estudiantes de Diego Simeone que mais têm condições de se transformar num jogador de nível internacional. Com somente 17 anos, já foi peça-chave na conquista do Apertura de 2006 – sua primeira temporada profissional. Nome certo da seleção Sub-20 campeã mundial, Piatti está na lista dos grandes europeus por causa de seu perfil: técnico, rápido, inteligente e com faro para fazer gols ou assistências.

J. Sand (Lanús)
Atacante
Bella Vista, 27/07/1980
1m82, 79kg

Jose “Pepe Loco” Sand foi o vice-artilheiro do Apertura e teve sua melhor temporada na Argentina. Originário das divisões de base do River Plate, jamais teve espaço no Monumental e passou por várias equipes menores (Colón, Vitoria, Belgrano, Rivadavia e Banfield). Foi fundamental na conquista do título e está sendo sondado pelo Steaua-ROM para uma transferência.

Diego Váleri (Lanús)
Meio-campista
Valentín Alsina, 01/05/1986
1m78, 75kg

Com somente 21 anos, Váleri foi considerado a revelação da temporada. Homem de ligação com o ataque, sabe fazer a cobertura da defesa e não raro aparece na área para marcar gols. Muito provavelmente não passará outro campeonato no país, sendo negociado com o exterior.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo