Mundo

Toque de Midas: conheça a origem de foto viral de Messi e o bebê Yamal

Dezesseis anos depois, Yamal joga sua primeira Eurocopa enquanto Messi atua no que deve ser sua última Copa América

Messi e um pequeno Lamine Yamal viralizaram nas redes sociais nesta sexta-feira (05), após uma publicação de Mounir Nasroui, pai do jovem espanhol.

O progenitor do jovem escreveu a seguinte legenda: “O começo de duas lendas” para ilustrar um belo momento envolvendo dois nomes ligados ao Barcelona. Se no momento da imagem, Messi ainda não imaginava a quantidade de glórias que conquistaria em sua carreira, o que dizer do bebê que bateria recordes de precocidade com o clube da Catalunha e a seleção espanhola?

Na foto, o ídolo argentino, ainda com 19 anos, segura um bebê durante uma sessão de fotos cujo objetivo era angariar recursos para caridade.

Lamine Yamal, que tinha apenas um ano no momento do registro, foi escolhido para fazer parte da campanha promovida pelo jornal SPORT, publicação da Catalunha, em parceria com o Barcelona.

A foto ganhou rapidamente notoriedade na internet e chama a atenção pela simbologia que carrega. Um Messi sorridente em início de carreira e um bebê de olhar tranquilo que também vestiaria a camisa do mesmo clube anos depois.

Passados 17 anos, o atual atacante da Fúria é uma das maiores promessas do futebol espanhol, enquanto Messi já está consolidado um dos maiores nomes da história do esporte

Messi e Yamal
Messi e Yamal atuando juntos em campanha publicitária. Foto: Joan Monfort / SPORT

As semelhanças na trajetória de Messi e Yamal

Tal interação de Messi com Yamal parece ter reverberado no caminho trilhado pela joia do futebol espanhol. As semelhanças entre as trajetórias de ambos são impressionantes.

Os dois iniciaram na base do Barcelona, nas tradicionais Canteras de La Masia. Além disso, ambos são canhotos, e começaram suas carreiras atuando pelo lado direito do campo.

Yamal estreou pelo time principal do Barcelona com apenas 15 anos, sendo o jogador mais novo da história a disputar uma Eurocopa.

Já Messi vestiu a camisa da seleção da Argentina pela primeira vez em 2005, no auge dos seus 18 anos, e marcou época do Barcelona, se tornando o melhor jogador do mundo inúmeras vezes.

Enquanto Yamal demonstra um futuro brilhante no futebol, tendo em vista a pouca idade que tem, Messi participa da sua última Copa América esse ano, enquanto ostenta o título de campeão da última edição da Copa do Mundo.

Choque de gerações

Para os nascidos no final dos anos 90, Lionel Messi representou um marco na história do futebol. Para muitos, o melhor jogador da história.

Há quem diga que outros como Cristiano Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, ou mesmo o Fenômeno tenham um peso maior.

Não dá para negar que Messi e Cristiano Ronaldo escreveram seus nomes como dois dos maiores personagens do esporte. O fim de suas carreiras também deve abrir espaço a outros personagens.

Quem será o novo protagonista? Haverá outra disputa polarizada entre dois nomes ou a concorrência será ampla?

Candidatos para tal posto não faltam. Além do próprio Yamal, Vinicius Junior, Bellingham, Mbappé, entre outros, também aparecem como possíveis craques geracionais.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo