Mundial de Clubes

Sem papinho: Manchester City quer muito título do Mundial e espera espetáculo do Fluminense de Diniz

Jogadores garantem que Mundial de Clubes é importante para o Manchester City, e esperam jogo duro contra o Fluminense

O Manchester City cumpriu seu protocolo, venceu o Urawa Red Diamonds por 3 a 0 e será o adversário do Fluminense na final do Mundial de Clubes. E se os europeus parecem não se importar tanto com a competição, os Citizens dizem o contrário. Após a vitória, Ederson e Nathan Ake falaram sobre suas impressões do Tricolor.

Naturalmente o goleiro brasileiro tinha mais informações e passou mais coisa sobre o Flu. Até por conhecer Fernando Diniz, técnico da Seleção, Ederson afirmou que espera um espetáculo

— A partir de amanhã já começamos a pensar no Fluminense, é claro que assistimos o jogo da semifinal deles também, analisamos muitas coisas. Eu acho que vai ser um grande jogo, um grande espetáculo, porque é duas equipes que gostam de manter a posse de bola, proporcionando um bom futebol, então acho que vai ser um porque muitos não têm. É claro que do outro lado também tem uma grande equipe, tem muitos jogadores que não têm um título, e acho que vai ser um bom espetáculo, acho que vai ser muito espetáculo — opinou.

Super Odds na Dafabet »

Fluminense e Manchester City se enfrentam na sexta (22), às 15h (de Brasília) na final do Mundial de Clubes. O campeão, de todo jeito, será inédito, já que nenhuma das duas equipes têm a conquista em sua galeria de troféus.

Ake cita Marcelo e vê Fluminense com time forte

O holandês Nathan Ake, que tem jogado na lateral-esquerda do City, falou sobre Marcelo, um craque de sua posição. Para o jogador de 28 anos, não só o camisa 12 do Fluminense, mas outros jogadores experientes farão a partida ser dura para sua equipe.

— Tenho experiência jogando contra Marcelo e também Felipe Melo, são jogadores experientes que já jogaram essas competições no passado. Vai ser um grande jogo, o Fluminense tem grandes jogadores, que podem fazer qualquer coisa a qualquer momento.

 

Nathan Ake citou Marcelo ao falar do Fluminense, que considera adversário duro para o Manchester City na final do Mundial de Clubes - Foto: Icon sport
Nathan Ake citou Marcelo ao falar do Fluminense, que considera adversário duro para o Manchester City na final do Mundial de Clubes – Foto: Icon sport

Ederson espera duelo pela bola entre Diniz e Guardiola

Fluminense e Manchester City têm estilos muito diferentes, mas uma coisa os une: a bola. Os dois times, de maneiras distintas, utilizam a posse para atacar — e também se defender.

Ederson projeta espetáculo entre Manchester City e Fluminense na final do Mundial de Clubes - Foto: Icon sport
Ederson projeta espetáculo entre Manchester City e Fluminense na final do Mundial de Clubes – Foto: Icon sport

Para Ederson, a grande disputa da final do Mundial de Clubes, além da taça, claro, será pela bola. O goleiro vê a posse como grande virtude do Flu.

— Cara, é a posse de bola, eles têm uma posse de bola muito boa, quebram muitas linhas de passe com rotações de jogadores, então acho que a gente está muito bem preparado, é bem organizado, porque vai ser um jogo muito quebrado — declarou.

Treinado por Fernando Diniz na Seleção, Ederson já conversou com Pep Guardiola sobre o técnico do Fluminense. Quem também ajudou foi Fernandinho, ídolo do Manchester City e hoje jogador do Athletico.

— O grupo ainda não, mas eu já tive conversas com ele sobre o Diniz e sobre o fulminense, então ele já está ciente do que o Diniz pensa, do que ele gosta de jogar também, porque ele analisou também o fulminense, pegou dica com o Fernandinho também, que teve lá esta semana, então acho que ele está muito bem informado.

Guardiola projeta duelo contra Diniz e exalta qualidade do Fluminense

Em entrevista exclusiva à Globo após a vitória do Manchester City, Pep Guardiola também falou com propriedade sobre o Fluminense. Para o técnico catalão, Diniz resgata a essência do futebol brasileiro.

— Está muito bem, é o futebol brasileiro de muito tempo. Sempre lembro do meu pai, me dizia que os brasileiros jogam de forma bem lenta, todos juntos com a bola, passes curtos e de repente, no último momento, arrancam rapidamente. E parece que é a essência de Diniz — afirmou.

Pep Guardiola falou com propriedade do Fluminense e projetou jogo duro contra Fernando Diniz - Foto: Icon sport
Pep Guardiola falou com propriedade do Fluminense e projetou jogo duro contra Fernando Diniz – Foto: Icon sport

Espontaneamente, o técnico catalão citou André e Ganso como jogadores de muita qualidade.

— É a escola brasileira. Jogam muito bem com a bola, se juntam muito, têm jogadores de muita qualidade: André, Ganso… Tenho uma vaga ideia. A partir de amanhã (quarta), vou me concentrar no Fluminense, para ver o que temos que fazer.

Foto de Caio Blois

Caio Blois

Jornalista pela UFRJ, pós-graduado em Comunicação pela Universidad de Navarra-ESP e mestre em Gestão do Desporto pela Universidade de Lisboa-POR. Antes da Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo