México

Vela e Juárez são afastados da seleção mexicana

O atacante Carlos Vela, do Arsenal, e o defensor Efraín Juárez, do Celtic, foram afastados nesta terça-feira da seleção mexicana pelos próximos seis meses por atos de indisciplina, anunciou a federação de futebol.

O chefe da comissão de seleções da Federação Mexicana de futebol, Néstor de la Torre, explicou hoje que Vela e Juárez violaram o regulamento interno da seleção ao participar de uma festa em Monterrey após a vitória por 1 a 0 sobre a Colômbia, em amistoso disputado no dia 7 de setembro.

A festa, que teria contado com a presença de prostitutas e um travesti, também foi o destino de outros nove jogadores convocados para o amistoso, que foram multados.

A federação multou em 50 mil pesos (US$ 3.800) os jogadores Carlos Salcido, Francisco Rodríguez, Andrés Guardado, Rafael Márquez, Héctor Moreno, Enrique Esqueda, Pablo Barreira, Giovanni dos Santos e Javier Hernández.

O dinheiro arrecadado pelas multas será doado a uma casa de beneficência em Ciudad Juárez, norte do país, ou Veracruz, no sudeste.

“A seleção representa todo um grupo de jogadores e um país. Um erro foi cometido e é preciso seguir adiante. O primeiro passo é reconhecer quando se comentem erros”, disse Néstor de la Torre. (EFE)

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo