México

Toluca para no América e Tijuana se aproxima do topo

O Tijuana segue sua escalada ruma às primeiras posições do Torneio Apertura do Campeonato Mexicano. Os Xolos estão a apenas um ponto da primeira posição, depois de vencerem o Jaguares de Chiapas por 2 a 0. Alfredo Moreno e Dubier Riascos marcaram os gols da partida.

A liderança ainda é do Toluca, que perdeu vantagem ao empatar em casa com o América, por 1 a 1. Mesmo com um jogador a menos desde o primeiro tempo, as Águilas abriram o placar com Rubens Sambueza, ex-Flamengo. Pouco depois, Carlos Rodríguez converteu penalidade e diminuiu o prejuízo.

Terceiro colocado, o León anotou 2 a 0 sobre o San Luis. Completando as quatro primeiras posições, o Cruz Azul empatou por 1 a 1 com o Pachuca. Felix Borja anotou primeiro, enquanto os Cementeros igualaram nos acréscimos do segundo tempo, com o veterano Gerardo Torrado.

A maior vitória da rodada foi anotada pelo Santos Laguna, que chegou à sétima colocação ao bater o Tigres por 3 a 1. Carrasco do Brasil nas Olimpíadas, Oribe Peralta deixou o seu, enquanto o colombiano Carlos Quinteros marcou os outros dois tentos.

Garantido no Mundial de Clubes, o Monterrey segue a campanha modesta. Na décima posição, os Rayados empataram por 1 a 1 com o Atlas. Neri Cardozo fez o gol da equipe. Uma posição acima, o Pumas venceu o Monarcas Morelia fora de casa por 1 a 0, gol de Emanuel Villa. Já na parte de baixo, o Chivas só empatou com o Puebla, 1 a 1. Luis Morales balançou as redes para o Rebaño Sagrado.

Confira os resultados da sétima rodada do Apertura Mexicano

Sexta-feira, 31/ago
Tijuana 2×0 Jaguares
Morelia 0x1 Pumas

Sábado, 1/set
Cruz Azul 1×1 Pachuca
Querétaro 0x1 Atlante
Santos Laguna 3×1 Tigres
Monterrey 1×1 Atlas
San Luis 0x2 León

Domingo, 2/set
Toluca 1×1 América
Chivas 1×1 Puebla

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo