México

São Paulo empata na Colômbia; Flamengo e River vencem

O São Paulo estreou na Copa Libertadores da América com um empate por 1 a 1 diante do Atlético Nacional, em Medellín, pelo grupo 7. O Tricolor, que busca seu quarto título na competição, começou a partida com uma novidade no ataque – o recém-contratado Éder Luís -, mas se viu em desvantagem logo aos 9 minutos de jogo.

A defesa são-paulina não cortou um cruzamento da esquerda e a bola foi escorada para David Córdoba, que cabeceou para as redes de curta distância. O time brasileiro partiu em busca do empate e chegou perto com chutes de Hernanes e Richarlyson, até chegar ao gol aos 33. Após falta cobrada pela esquerda, Miranda se antecipou aos adversários e marcou de cabeça.

No segundo tempo, o Nacional tentou pressionar em busca do gol da vitória, mas o São Paulo se defendeu com segurança e saiu com a igualdade. O empate na Colômbia deixa as duas equipes com 1 ponto ganho, atrás do Sportivo Luqueño, que lidera com 3 após vencer o Audax Italiano.

O Flamengo assumiu a liderança do grupo 4 com uma sofrida vitória por 2 a 1 sobre o Cienciano, no Maracanã. Marcinho marcou o gol decisivo aos 43 minutos do segundo tempo. Souza havia colocado os rubro-negros em vantagem no primeiro tempo, mas Gustavo Vasallo empatou para os peruanos ainda antes do intervalo.

O Flamengo tem 4 pontos em dois jogos. Cienciano e Nacional vêm a seguir, com 3, e o Coronel Bolognesi segura a lanterna da chave, com 1 ponto.

Também houve drama no grupo 5, com Ariel Ortega marcando aos 47 da etapa final para dar ao River Plate a vitória por 2 a 1 sobre o América do México, no Monumental de Núñez. O resultado deixa todos os times do grupo com 3 pontos – Universidad San Martín e Universidad Católica são os outros integrantes -, mas o River é o último pelo saldo de gols.

Salvador Cabañas, artilheiro da edição de 2007, marcou para o América aos 15 minutos do primeiro tempo, cabeceando livre o cruzamento de Juan Mosqueda. O empate veio aos 37, quando Sebastián Abreu ajeitou de cabeça uma bola cruzada e o colombiano Radamel Falcão García mandou para as redes.

As entradas de Alexis Sánchez e Diego Buonanotte no segundo tempo deram mais poder ofensivo ao River, mas uma boa atuação do goleiro Armando Navarrete ia garantindo um ponto ao América. No primeiro minuto de acréscimos, Falcão García e o lateral José Castro, do América, trocaram agressões e foram expulsos.

Quando tudo indicava o empate, a defesa do América não conseguiu afastar uma bola lançada da intermediária do River e permitiu que Buonanotte deixasse Ortega na cara do gol. O meia de 33 anos não falhou e decretou a vitória dos donos da casa.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo