México

Santiago Solari terá o desafio de comandar o gigante América do México

O ano novo trouxe um novo trabalho para o argentino Santiago Solari, ex-jogador que comandou brevemente o Real Madrid na temporada 2018/19. Sem trabalhar desde então, ele ganhou um imenso desafio para 2021: ser o técnico do América, do México, um dos gigantes do país, depois da saída do histórico técnico Miguel Herrera. Ele chegou ao México no dia 1º de janeiro e foi apresentado no dia 2.

LEIA TAMBÉM: O Tigres rompeu sua sina e, liderado por Gignac, faturou o título da Concachampions que perseguiu por tanto tempo

Dirigir um grande time como o América é sempre uma oportunidade, mas também é um desafio. As metas são altas para um clube que tem como objetivo dominar os campeonatos que disputa. A demissão de Herrera veio depois de uma eliminação diante do Los Angeles FC na Concachampions, um resultado que não foi bem aceito pela diretoria – além da confusão que ele se envolveu no intervalo daquela partida.

“Sinto uma grande alegria de poder trabalhar em um clube com uma história de vitórias avassaladora e um nome que também evoca esperança e oportunidade”, afirmou Solari em entrevista à emissora TUDN. Como jogador, Solari passou pelo México, onde defendeu o Atlante em 38 jogos, com cinco gols, por uma temporada, 2009/10.

“O futebol mexicano atrai talentos. É uma nação de grandes contrastes, e de grande diversidade. Há muitos fatores que determinam, mas há um denominador comum que é a grande paixão que se sente por este esporte tão maravilhoso”, se declarou Solari.

“Temos um grande entusiasmo por estar nesta equipe histórica e que seus objetivos são ligados a tudo isso. Eu gosto de equipes protagonistas que são intensos, que nunca se rendem e devemos trabalhar muito”, afirmou o argentino.

Solari destacou a forma como o presidente do clube, Santiago Baños, o abordou e fez a proposta. “Baños fez uma abordagem profissional e transparente, não é difícil se emocionar com um clube desta envergadura que o objetivo não é só ganhar, mas sim o fazer com valores como humildade, sacrifício e assim tentarei dar minha contribuição para tornar o América um pouco maior”, comentou.

Valdano: “Solari chega ao melhor lugar possível”

O argentino Jorge Valdano, que vive na Espanha, onde trabalha como comentarista, elogiou a ida de Solari ao futebol mexicano. “Solari ter ido para o América gerou um grande impacto midiático. Na Espanha, há muito tempo não se falava tanto e tão bem do futebol mexicano. Agora o que falta é esperar que os resultados falem por si. Solari chega ao melhor lugar possível e o América faz a melhor aposta possível”, disse o ex-jogador.

“Ele esteve no Real Madrid em um dos momentos mais difíceis e soube estar à altura. É uma pessoa que viveu à altura disso, é uma pessoa inteligente, com muito conhecimento futebolístico, mas também uma pessoa com caráter”, afirmou a inda Valdano, em entrevista à TV Azteca.

Experiência no Real Madrid

“Passei mais da metade da minha vida esportiva no Real Madrid. Me formei com valores esportivos que nos preparam para sermos embaixadores da excelência no futebol mundial, e é uma honra trabalhar no América para poder dar o melhor de mim e por este grande clube”, declarou o jogador. Foram 32 jogos no comando do Real Madrid, com 22 vitórias, dois empates e oito derrotas. Conquistou o Mundial de Clubes de 2018.

“A minha experiência com o Real Madrid não se limita ao meu trabalho como treinador na equipe principal. Todos os trabalhos que estive me deixaram um aprendizado maravilhoso e os valorizo por igual, e não ponho nenhum sobre o outro”, continuou Solari, sobre sua estadia de seis anos dentro do Real Madrid.

Seu desafio é fazer o América novamente campeão. O time não conquista o título desde o Apertura em 2018. Conquistou depois disso a Copa do México, no Clausura 2019. Na primeira metade da temporada 2020/21, o América foi eliminado nas quartas de final pelo Chivas Guadalajara, seu grande rival, no Guardianes 2020, em homenagem aos profissionais de saúde que trabalham na pandemia. O campeão foi o León.

Para o Guardianes 2021, nome dado ao Clausura 2021, o América estreia na madrugada do dia 9 para o dia 10 de janeiro, à meia-noite, contra o Atlético San Luis. São 17 rodadas, que classificam os quatro primeiros colocados diretamente às quartas de final. Do quinto ao oitavo colocado, os times disputam uma repescagem, em jogo único, para definir os outros quatro classificados. A partir das quartas de final, as disputas são em dois jogos.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.