México

Japoneses pela frente

 O primeiro lugar no Grupo F foi surpreendente. Por pior que todos imaginassem que a Itália estava, a maioria ainda acreditava em uma classificação italiana à frente dos paraguaios, considerados a segunda força da chave. No final das contas, a seleção sul-americana mostrou-se a mais forte e agora se prepara para encarar o Japão pelas oitavas de final.

O empate na estreia com a Itália havia deixado uma boa impressão, apesar do sentimento geral que o Paraguai deveria ter atacado mais. Depois, a vitória sobre a Eslováquia confirmou as expectativas positivas sobre o time, criadas ao longo de todas eliminatórias. Só que o fraco empate em 0 a 0 com a Nova Zelândia voltou a deixar os críticos um pouco mais críticos.

Claro que é preciso fazer a contextualização. Um empate assegurava a classificação e também garantia, provavelmente, a liderança, já que os italianos precisariam derrotar os eslovacos por mais de dois gols de diferença – e no final das contas foram eliminados com uma derrota por 3 a 2. Com isso, a Albirroja entrou em campo sem aquele ímpeto dos outros jogos.

Gerardo Martino surpreendeu a todos e deixou Lucas Barrios no banco, para a entrada de Óscar Cardozo. A equipe foi fraca durante todo o jogo, criando poucas jogadas e demonstrando um poder ofensivo muito limitado. Do outro lado, porém, estava um time com péssima técnica, mas muita aplicação tática. Foi um dos piores jogos do Mundial até agora.

Agora tem pela frente a seleção japonesa, que deu uma grande demonstração de força na vitória sobre a Dinamarca por 3 a 1. Keisuke Honda fez uma partidaça, e certamente merecerá uma atenção especial do setor defensivo paraguaio. As bolas paradas do Japão também foram um dos diferenciais da equipe, e Martino terá que alertar seus atletas para evitar, ao máximo, cometê-las perto da área.

Para derrotar o Japão, o Paraguai terá que tocar bastante a bola e ter muita paciência. A dupla de zaga formada por Nakazawa e Tulio Tanaka é excelente, e o contra ataque da equipe do técnico Takeshi Okada muito rápido. O Paraguai é favorito, mas precisará tomar muito cuidado para não ser surpreendido.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo