México

Eriksson é o novo técnico do México

O sueco Sven-Goran Eriksson foi confirmado nesta terça-feira como novo técnico da seleção mexicana. O nome de Eriksson foi aprovado em uma reunião do comitê de seleções da federação nacional (Femexfut), composto por dirigentes dos clubes locais.

“A decisão dos diretores de clubes foi unânime”, revelou Jorge Vergara, dono do Chivas Guadalajara e presidente do comitê. Eriksson, demitido do Manchester City no último domingo, participou da reunião. Ele está no México desde o último domingo.

O treinador de 60 anos dirigiu a seleção inglesa entre 2001 e 2006, chegando às quartas-de-final das duas Copas do Mundo que disputou e da Euro 2004. No City, fez uma boa campanha para os padrões da equipe, terminando em nono lugar na Premier League, mas foi dispensado pelo proprietário do clube, Thaksin Shinawatra.

Antes da passagem pela Inglaterra, Eriksson teve uma carreira de sucesso em clubes europeus. Ao todo, conquistou seis títulos nacionais, sendo dois pelo IFK Gotemburgo, três pelo Benfica e um pela Lazio.

No cenário internacional, o sueco também teve destaque: foi campeão da Copa Uefa pelo IFK, da Recopa e da Supercopa Européia pela Lazio, além de chegar a uma final de Copa dos Campeões com o Benfica.

O ex-atacante Hugo Sánchez dirigia a seleção mexicana até março, mas foi demitido após o fracasso da equipe sub-23, que ele também comandava, no torneio pré-olímpico. Jesus Ramírez, que dirigiu a seleção sub-17 campeã mundial em 2005, assumiu interinamente, e ainda dirigirá o time nos jogos deste mês contra Belize, pelas eliminatórias da Copa do Mundo.

Recentemente, jogadores de destaque da seleção, como o atacante Jared Borgetti, se posicionaram contra a chegada de um técnico europeu, pela falta de familiaridade com o futebol no país.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo