Champions LeagueLeste Europeu

Será que agora se classifica?

Quando o sorteio da Uefa definiu Porto, Shakhtar Donetsk, Zenit São Petersburgo e APOEL no Grupo G da Liga dos Campeões, não tive dúvidas em apontar portugueses e ucranianos como favoritos às duas vagas nas oitavas de final. Passadas quatro rodadas, porém, o atual campeão da Liga Europa e o quadrifinalista da última LC ocupam as duas últimas colocações, atrás do surpreendente time cipriota e do não tão surpreendente assim Zenit.

A minha descrença com o time russo sempre se deveu às participações pífias dele na principal competição europeia de clubes. Se na Liga Europa demonstrou força em 2008, quando ficou com a taça da então Copa da Uefa ainda, desde então vinha fracassando rotundamente na LC. Basta lembrar a vexatória eliminação para o Auxerre nos play-offs da temporada passada.

Pois agora, finalmente, o Zenit vem mostrando uma força condizente com seu poderio financeiro. De propriedade da Gazprom, o clube tem um dos maiores orçamentos do futebol europeu, torrou milhões de euros em contratações nos últimos anos e precisa de resultado fortes na LC, até mesmo para justificar toda essa dinheirama. Vale citar que a Gazprom é uma empresa majoritariamente estatal.

Tanto que na vitória por 1 a 0 sobre o Shakhtar, na terça-feira, Dmitri Medvedev, presidente do país, estava nas arquibancadas do estádio Petrovski (aliás, aproveito para me desculpar pelo erro inaceitável que cometi na transmissão da ESPN, ao confundir o Medvedev com Aleksandr Dyukov, presidente do Zenit).

Com sete pontos em quatro jogos, os russos dependem apenas de si para avançar. Têm um ponto a menos que o APOEL, três a mais que o Porto e cinco à frente do Shakhtar. Joga contra os cipriotas na próxima rodada e provavelmente definirá sua classificação no jogo final contra os portugueses, já que o primeiro critério de desempate é o confronto direto.

O avanço para as oitavas de final só não será inédito porque no formato antigo da competição, quando ainda era chamada de Copa dos Campeões da Europa, o Zenit alcançou esse feito. Foi na temporada de 1985/86, como campeão soviético e representando Leningrado. No mata-mata da primeira fase despachou o Valerenga, da Noruega, mas nas oitavas caiu em dois jogos duríssimos para o Kuusysi, da Finlândia – venceu o primeiro em casa por 2 a 1 e no segundo perdeu no tempo normal por 2 a 1 e levou um gol na prorrogação.

A atual equipe, obviamente, é muito boa. Vyachslav Malafeev é hoje o melhor goleiro da Rússia, passa uma segurança para sua defesa inestimável. Lombaerts, Hubocan e Bruno Alves são ótimos zagueiros, e ainda têm boas opções nas laterais com Anyukov, Criscito e Lukovic. Shirokov, Zyryanov e Denisov cuidam muito bem da marcação, e sempre com boa saída de bola.

Danny se recuperou de lesão e voltou a ser o jogador mais importante do time. Lazovic caiu de rendimento, mas todos conhecem seu potencial, mas além dele o técnico Luciano Spaletti tem excelentes peças como Fayzulin, Rosina e Semak. O “problema” está na frente, já que com Kerzhakov fora quem entra é Bukharov, e a distância técnica entre os dois é enorme. Além disso, Kerzhakov é um jogador que se movimenta muito mais do que o grandalhão centroavante, e oferece mais opções ofensivas para o time.

Não acho que o Zenit tem time para chegar muito longe, no entanto. As quartas de final, já alcançadas pelo Shakhtar por exemplo, é um sonho possível. Nada além disso. E outra questão que o time terá que trabalhar muito bem diz respeito à programação de dezembro: o Campeonato Russo disputa sua última rodada da primeira fase neste final de semana, e depois mais duas em novembro válidas já pela fase final. Então para até março.

De qualquer modo, tudo terá sido em vão se nesses dois próximos jogos o Zenit amarelar e entregar a classificação de mão beijada para um dos adversários. Tem duas partidas para mostrar que pode ser grande também na Europa.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo