EuropaLeste Europeu

Mil dias

Na semana passada, a Federação Polonesa de Futebol demitiu o técnico holandês Leo Beenhakker da seleção nacional, após derrota por 3-0 para a Eslovênia. O resultado deixou os poloneses praticamente sem chances de classificação para a Copa do Mundo de 2010.

Em declaração à TV local, o presidente da federação, o ex-jogador Grzegorz Lato, anunciou “que foi o último jogo de Beenhakker à frente da seleção. Temos alguns candidatos ao cargo, e provavelmente será polonês o próximo treinador”.

Beenhakker assumiu a seleção em julho de 2006, após a Copa do Mundo da Alemanha, e tornou-se ídolo nacional ao conseguir classificar a equipe para o Euro 2008, disputado na Suíça e na Áustria. Entretanto, após o campeonato europeu, a equipe não rendeu mais como antes, o treinador acumulou a seleção com um cargo no Feyenoord, e as especulações sobre sua saída cresceram, até se concretizarem neste mês de setembro.

Além de provavelmente ficar fora da Copa, a Polônia terá outro problema para lidar: quase mil dias sem uma partida oficial. Como o país sediará, ao lado da Ucrânia, a Euro 2012, os poloneses disputarão apenas amistosos até junho daquele ano. “Isso é preocupante para o futuro do futebol polonês”, declarou o ministro do Esporte, Miroslaw Drzewiecki.

Com 11 pontos em oito partidas, a Polônia é a penúltima colocada do grupo 3 das eliminatórias europeias para a Copa do Mundo. Em seus dois últimos jogos, os poloneses visitam a República Tcheca, no dia 10 de outubro, e recebem a Eslováquia quatro dias depois. Além de vencer os dois jogos, os poloneses precisam torcer por resultados improváveis como uma derrota da Eslovênia para a inexpressiva seleção de San Marino. Melhor pensar em 2012 mesmo.

Romênia: treinador do Steaua é demitido depois de impedir entrada do dono do clube nos vestiários

Na estreia da fase de grupos da Liga Europa, o Steaua Bucareste apenas empatou, em casa, com os moldávios do Sheriff Tiraspol por 0-0, e o resultado causou a demissão do italiano Cristiano Bergodi. Para o seu lugar, o clube trouxe de volta um velho conhecido: Mihai Stoichita, 55 anos, que treinou o clube nas conquistas dos títulos do campeonato romeno da temporada 1997-98 e da Supercopa em 1998.

De acordo com o dono do clube, Gheorghe Becali, Bergodi não o deixou entrar nos vestiários no intervalo da partida contra o Sheriff. “Este cidadão seria demitido mesmo que tivéssemos vencido por 5-0. Sou o dono do clube, e fui humilhado. Nunca mais trabalho com Cristiano Bentegodi. Ele me ofendeu”, declarou Becali. O dono do Steaua é popular no país por fazer doações à caridade, mas também se envolve em polêmicas. Em abril, foi preso por agredir três homens que ele declarou terem tentado roubar seu veículo.

A reestreia de Mihai Stoichita no comando do Steaua será no domingo, 20 de setembro, contra o Pandurii Targu Jiu, terceiro colocado no atual campeonato. O Steaua vem em quinto.

Bósnia-Herzegovina: começou a troca de treinadores

Em apenas seis rodadas do campeonato bósnio, cinco clubes já trocaram de treinador. O primeiro foi o Olimpik Sarajevo (atualmente em 11º), que dispensou Husref Musemic e contratou Vlatko Glavas após três rodadas. Após a rodada seguinte, mais duas mudanças: Omer Kopic no lugar de Ivo Istuk no Celik (15º); e Toni Karacic substituindo Ivica Barbaric no Siroki Brijeg (terceiro colocado).

Após a quinta rodada, o Leotar, 14º colocado, substituiu Srdjan Bajic por Borce Sredojevic, enquanto o Sloboda Tuzla, nono, trocou Adnan Osmanhodzic por Nermin Hadziahmetovic. Enquanto isso, o Borac, quinto colocado na temporada passada, lidera o torneio com 16 pontos em seis rodadas, seguido de perto pelo Velez Mostar, com dois pontos a menos.

Bulgária: na estreia de Michel Platini, CSKA cede empate ao Fulham pela Liga Europa

O CSKA Sofia estreou na fase de grupos da Liga Europa empatando em 1-1 com os ingleses do Fulham. A partida marcou a estreia, com direito a gol, do atacante brasileiro Michel Platini. O brasileiro foi um dos destaques, na temporada anterior, do Chernomorets Burgas, pelo qual anotou treze gols em 31 partidas.

Michel abriu o placar para o CSKA aos 17 minutos do segundo tempo, mas três minutos depois, Diomansy Kamara empatou para os ingleses.

Na outra partida de clube búlgaro no torneio, o Levski visitou os espanhois do Villarreal debaixo de muita chuva, e resistiu até os 27 minutos do segundo tempo, quando o brasileiro Nilmar fez o único gol da partida.

Na segunda rodada, no dia 1º de outubro, o CSKA visita a Roma pelo grupo E, enquanto o Levski recebe justamente a rival dos gialorossi, a Lazio, pelo grupo G.

Já no campeonato búlgaro, o CSKA e o Chernomorets Burgas dividem a liderança, com 13 pontos em cinco partidas, enquanto o Lokomotiv Sofia tem o mesmo número de pontos, mas uma partida a mais. O Levski está em quinto, com nove pontos e uma partida a menos que os líderes.

Croácia: Dinamo Zagreb domina o campeonato, mas perde na estreia da Liga Europa

Após sete rodadas, o Dinamo Zagreb lidera absoluto o campeonato croata, com 19 pontos, quatro a mais que os vice-líderes Cibalia e Karlovac, e vendo o rival Hajduk Split apenas na 11ª posição, com oito pontos. Entretanto, essa superioridade local não serviu pro Dinamo mostrar força em sua estreia na Liga Europa. Jogando em casa, os croatas foram derrotados pelo Anderlecht, da Bélgica, por 2-0, com gols de Victor Bernárdez e Jonathan Legear. A pressão croata parou no goleiro Silvio Proto e na falta de pontaria dos atacantes. Na segunda rodada da Liga Europa, o Dinamo visita os romenos do Timisoara.

E voltando ao campeonato croata, mas dois clubes trocaram de treinador nas últimas semanas. O Croatia Sesvete, penúltimo colocado, mandou embora Anto Petrovic, substituindo-o por Nenad Gracan. Já o lanterna NK Zagreb (nenhum ponto em sete rodadas) perdeu Luka Pavlovic, que pediu demissão, e em seu lugar entrou o ex-zagueiro da seleção croata Igor Stimac.

República Tcheca: Sparta comete pênalti no final e cede empate ao PSV

Na sua estreia na Liga Europa, o Sparta Praga ia conseguindo um grande resultado contra os holandeses do PSV. Jogando em casa, abriram o placar aos 31 minutos da segunda etapa, com Roman Hubnik, mas quatro minutos depois Jonathan Reis empatou. A três minutos do fim, Martin Zeman desempatou para os tchecos, mas já nos acréscimos, Boy Wilfried cometeu pênalti em Danko Lazovic. Jonathan Reis, novamente, converteu e deu números finais em 2-2 para o confronto. Na próxima rodada, o Sparta visita os dinamarqueses do Kobenhavn.

Já o Slavia Praga não foi feliz em sua visita aos italianos do Genoa, e foi derrotado por 2-0, com gols de Alberto Zapater e Giuseppe Sculli. Na próxima rodada, o Slavia recebe os franceses do Lille.

No campeonato tcheco, a liderança é do Teplice, com 15 pontos em sete rodadas. Logo atrás, empatados, estão Banik Ostrava e Jablonec, com 14 pontos. O Sparta é o quarto, com 13, e o Slavia o quinto, com 12.

Hungria: Debrecen dá trabalho, mas perde pro Liverpool na LC

O Debrecen estreou na fase de grupos da Liga dos Campeões visitando o gigante inglês Liverpool, e, como bom franco-atirador, jogou bem na defesa, sofreu um bombardeio do ataque dos Reds, mas só conseguiu segurar por 45 minutos. Nos acréscimos da primeira etapa, Fernando Torres chutou, o goleiro Poleksic deu rebote e o holandês Dirk Kuyt completou para o gol.

Na segunda etapa, os húngaros seguiram se defendendo como podiam, mas chegaram a criar duas boas chances, com Leandro e Adamo Coulibaly, mas sem sucesso. De toda forma, pra quem esperava no máximo perder de pouco, o Debrecen fez uma boa estreia. Na segunda rodada, dia 29 de setembro, os húngaros recebem o Lyon.

Enquanto isso, o Fehérvár lidera o Campeonato Nacional, com 15 pontos em sete partidas. Logo atrás estão, empatados, Újpest, MTK e Gyori, todos com 14. O Debrecen tem 12 pontos em quinto lugar, mas com dois jogos a menos que o líder.

Montenegro: surpresa na liderança

Sétimo colocado na última temporada, o Lovcen é o líder do atual campeonato montenegrino, com 13 pontos em cinco rodadas, empatado com o Rudar. O Lovcen está invicto, e seu mais surpreendente resultado foi uma vitória por 3-1, fora de casa, sobre o atual campeão, o Mogren.

Sérvia: campeonato equilibrado nas primeiras rodadas

Três clubes lideram o campeonato sérvio após quatro rodadas: Estrela Vermelha, Vojvodina e OFK Belgrado, todos com dez pontos. O Partizan vem em quarto, com oito. Os alvinegros de Belgrado estrearam na Liga Europa sendo derrotados em casa pelo Toulouse, da França, por 3-2.

Eslováquia: Nitra lidera

Após nove rodadas (de um total de 33) da Superliga eslovaca, a liderança é do Nitra, com 20 pontos. Logo atrás, com 19, vem o Zilina, enquanto o Slovan Bratislava tem 17 pontos em terceiro lugar.

Eslovênia: disputa acirrada

A 1. Liga da Eslovênia tem Koper e Rudar disputando ferrenhamente a liderança após oito rodadas. O primeiro tem 20 pontos, um a mais que o Rudar, enquanto o Celje vem em terceiro com apenas treze pontos.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo