Serie A

Para o horror de Andrea Agnelli, Atalanta estará na Champions League pelo terceiro ano seguido

A equipe de Bergamo venceu o Genoa por 4 a 3 e não pode mais ser alcançada pela quinta colocada - a Juventus de Agnelli

Andrea Agnelli, presidente da Juventus e um dos líderes da falecida Superliga Europeia, fez um questionamento no começo de março que pode ser descrito como indelicado, caso você queria ser muito bonzinho com ele, ou como cretino, caso queira ser mais sincero: a Atalanta deveria disputar a Champions League? Meu caro Agnelli, tenho más notícias para você.

Neste sábado, a Atalanta venceu o Genoa, por 4 a 3, e se classificou para a Champions League pelo terceiro ano consecutivo – antes da Juventus de Agnelli, que corre um risco verdadeiro de ficar fora do G4. Naturalmente, a declaração do cartola tinha um contexto, mas as vagas em sequência da equipe de Bergamo também o colocam em xeque.

Agnelli havia questionado se, “graças a apenas uma grande temporada”, seria correto que a Atalanta tivesse acesso à principal competição de clubes no lugar da Roma, que havia “contribuído” ao coeficiente da Itália, já dando pistas claras do que ajudaria a articular com Florentino Perez e outros dez palhaços em abril. A resposta seria sim, mas a Atalanta nem tem “apenas uma grande temporada”. Foi quarta colocada em 2016/17, antes de a Itália voltar a ter quatro vagas na Champions, e emendou dois terceiros lugares consecutivos.

Na atual temporada, está muito bem colocada para ser vice-campeã italiana pela primeira vez. Abriu três pontos para o Milan, que enfrentará o Cagliari no próximo domingo e a própria Atalanta na rodada final, e cinco para o Napoli. Seis pontos atrás, e com desvantagem no confronto direto, a Juventus de Agnelli, quinta colocada, não pode mais alcançar a Atalanta.

Como costuma acontecer, o jogo da Atalanta foi movimentado. Parecia ter sido resolvido ainda no primeiro tempo, quando Malinovsky deu assistência para Zapata e depois recebeu a retribuição do atacante colombiano para fazer 2 a 0. O meia de 28 anos chegou a seis gols e nove assistências nas últimas dez rodadas da Serie A. Robin Gosens ampliou antes do intervalo.

No entanto, o Genoa descontou no começo da etapa final, com Eldor Shomurodov aproveitando vacilo de Berat Djimsit no campo de defesa. A Atalanta reagiu com Mario Pasalic, alguns minutos depois, aparentemente matando o jogo com um belo gol. Mas… Pandev descontou de pênalti e Shomurodov marcou novamente, a seis minutos do fim, garantindo um pouco mais de emoção para a Atalanta, que conseguiu vencer de qualquer maneira e manteve seu status de clube de Champions League.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo