Serie A

José Mourinho aproveita vitória da Roma na Copa da Itália para rebater críticas ao seu estilo de jogo

Comentarista italiano classificou forma de jogar da Roma de Mourinho como antidesportiva

José Mourinho, ao seu melhor estilo, sempre muito áspero e direto em suas palavras, rebateu as críticas que recebeu do comentarista Massimo Mauro que criticou o estilo de jogo do time romanista na vitória sobre o Napoli pelo placar de 2 x 0, pela 17ª rodada da Serie A. O Special One aproveitou a vitória da Roma sobre o Cremonese pelo placar de 2 x 1 pelas oitavas de final da Copa da Itália nesta quarta-feira (3) para direcionar a sua resposta ao ex-jogador, que afirmou que a filosofia adotada pelo português é antidesportiva e contra o espírito do futebol.

“Vi um jogo cheio de faltas, antidesportivo, e acredito que tenha sido estratégia da equipa de Mourinho, o que é ainda mais grave porque é contra o espírito do futebol”, disse Massimo Mauro.

Mourinho não teve “papas na língua” na sala de imprensa e respondeu duramente ao comentarista, afirmando que o ex-jogador não respeita os profissionais do futebol, cenário do qual já fez parte. O treinador português ficou indignado pela forma como Mauro teria analisado sua forma de abordar um jogo como do Napoli, no qual exige um alto nível de competitividade e competição, o que naturalmente o deixa mais truncado e sujeito a lances mais duros e fortes.

“O Massimo Mauro está aqui? Não é agradável um antigo jogador não respeitar pessoas que comem do mesmo prato onde também ele comeu. Há comentadores e comentadores. E parece-me que ele ainda está a comer daquele prato, não acredito que trabalhe de graça, mas sim que recebe dinheiro. Não trabalha apenas pela sua bela aparência”, respondeu Mourinho.

Números na temporada contradizem fama de retranqueiro de Mourinho

Desde que venceu a Champions League na temporada 2003/2004 com o Porto e surgiu como um dos maiores técnicos da história do futebol, José Mourinho sempre foi rotulado de treinador que prioriza o trabalho na defesa e prefere um time mais agressivo na marcação e burocrático no ataque. Entretanto, os números da Roma nesta temporada contradizem tal afirmativa, já que os Giallorossi são o 3º melhor ataque da Serie A, com 30 gols marcados em 18 jogos, e já sofreu 20 gols, o que demonstra uma certa exposição defensiva, já que sofreu mais de um por partida.

Se pegarmos para analisar o jogo criticado por Massimo Mauro, a fama de treinador que joga apenas pelo resultado cai ainda mais por terra, já que a Roma finalizou 17 vezes contra a meta do Napoli e as 19 faltas cometidas pela Roma durante o jogo não é um número alto se levarmos em conta os mais de 100 minutos jogados no Estádio Olímpico.

Se analisarmos todos os jogos do time romanista na temporada 2023/2024, são 25 jogos até o momento, com 13 vitórias, três empates e sete derrotas, sendo 44 gols marcados e 25 sofridos. Pelo elenco que tem e o nível de competitividade do cenário europeu, Mourinho vem mais uma vez arrancando o máximo potencial de seus atletas, afinal, o treinador sabe que para se manter vivo no ambiente futebolístico, precisa vencer, mesmo que não jogue o futebol mais brilhante.

Pelos números apresentados, podemos confirmar que a Roma não é tão defensiva como Mauro fez parecer em seu comentário, na realidade, a equipe vem apresentando um jogo mais reativo é verdade, porém focado em buscar os resultados. Na 7ª colocação da Serie A os Giallorossi voltam a campo no domingo (7), diante da Atalanta, em casa. O confronto é direto pela 6ª posição e caso o time romanista conquiste a vitória poderá fechar a rodada dentro da zona de classificação para a próxima Conference League.

Na Copa da Itália, a Roma terá pela frente a Lazio, no dia 10 de janeiro, quarta-feira. Pelo chaveamento o vencedor do confronto irá enfrentar o vencedor de Frosinone, que goleou o Napoli e o vencedor de Juventus e Salernitana, que se enfrentam nesta quinta-feira (4), às 17h (horário de Brasília).

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Existe um ditado que diz que o bom filho a casa retorna não é? Pois bem, sou Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia, de volta ao site após quatro anos, e agora redator do Trivela, um dos maiores portais de futebol do Brasil. Sou jornalista, especializado em Marketing digital e narrador do Portal Futebol Interior e também da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo