Serie A

Inter levantou o troféu da Serie A com muita festa e uma goleada sobre a Udinese

Com uma atuação tranquila, Inter vence por 5 a 1 em San Siro para receber a taça da Serie A depois de 11 anos no último título

A Internazionale de Antonio Conte teve o seu jogo de última rodada antecipado, porque não valia mais nada em termos de classificação. O que valia é que o clube finalmente receberia o troféu de campeão, depois de 11 anos da última conquista. Em campo, o adversário era a Udinese e a festa começou já com a bola rolando. Em San Siro, a Inter venceu por 5 a 1, com cinco jogadores diferentes marcando os gols. Cerca de mil pessoas foram convidados, entre os parentes dos jogadores e funcionários do clube.

O técnico Antonio Conte, que mudou a mentalidade do time, rodou o elenco para este último jogo da temporada. Como o time já era campeão, foi possível dar mais oportunidades a jogadores que atuaram pouco ao longo da temporada. Danilo D’Ambrosio, Andrea Ranocchia, Ashley Young, Stefano Sensi e Andrea Pinamonti ganharam chances de começarem como titulares. Na Udinese, um jogador que a Inter olha com carinho há muito tempo: o meio-campista e capitão Rodrigo De Paul.

Logo no início, Ashley Young marcou 1 a 0 logo no começo do jogo, em uma bola que foi dividida e até impediu o inglês de uma comemoração mais efetiva pela dor do impacto. O segundo gol veio com Christian Eriksen, que entrou pouco antes no lugar de Stefano Sensi. Ele cobrou falta, a bola desviou e enganou o goleiro Juan Musso. Foi o placar do primeiro tempo.

No segundo, de pênalti, Lautaro Martínez marcou o terceiro. O quarto veio com Ivan Perisic e o quinto com Romelu Lukaku, em um incrível golpe de sorte. Ele olhou a bola bater na trave, bater nele e entrar. Quase sem querer. No final, Roberto Pereyra ainda diminuiu, de pênalti, fechando a conta em 5 a 1.

O presidente da Inter, Steven Zhang, comentou sobre o título. “É um momento especial, um sentimento especial. Todo o trabalho que fizemos nos últimos cinco anos desde que cheguei ao clube, o apoio dos torcedores e espero que isso seja algo que podemos compartilhar com todo mundo ao redor do mundo. Nós todos merecemos ser felizes hoje”, disse o dirigente.

 

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo