Itália

Em lua de mel, José Mourinho e Roma têm apenas um empecilho que os separa de uma renovação contratual

Após 'crise no relacionamento', José Mourinho e Roma desejam estender o vínculo, mas antes, têm que chegar a um consenso nos bastidores

Nome badalado no mundo do futebol no século XXI, José Mourinho acumula títulos ao longo de toda sua carreira – além de uma personalidade marrenta. Contratado em 2021 pela Roma, o Special One conseguiu tirar a equipe de uma fila de 14 anos sem ser campeão ao vencer a Conference League logo em sua primeira temporada. Em 2022/23, o português bateu na trave com os Giallorossi, já que foi vice da Europa League, perdendo a taça para o Sevilla nos pênaltis.

Após uma ‘crise no relacionamento’ com os donos do clube italiano, Mourinho agora vive lua de mel com a Roma, pois sua renovação de contrato só depende de um empecilho para sair do papel. Com vínculo até junho de 2024, o Special One possui o mesmo desejo que o da Roma: permanecer na capital do país. Para isso, as partes precisam chegar a um consenso nos bastidores.

Segundo o jornal italiano La Gazetta dello Sport, a pauta que está em discussão para sacramentar a permanência do treinador português nos Giallorossi é a duração do novo contrato. José Mourinho quer assinar por mais duas temporadas – até junho de 2026. Por outro lado, a Roma deseja apenas por mais um ano – até junho de 2025, com possibilidade de cláusulas vinculadas aos resultados dentro de campo.

Mesmo assim, essa questão não deve emperrar as conversas. Tampouco a questão financeira. Isso porque Dan Friedkin, empresário que adquiriu os Giallorossi em 2020, está preocupado com o fair play financeiro. O Special One, por sua vez, já baixou seus salários para assumir a Roma, recebendo valores inferiores de seus anos dourados. Ou seja, esse obstáculo também pode ser retornado. A extensão do vínculo de Mourinho na Roma parece ser só questão de tempo.

José Mourinho só não fica na Roma em caso de desastre ou propostas irrecusáveis

José Mourinho chegou a se estranhar com o proprietário da Roma nos últimos meses. Após o vice-campeonato da Europa League, o técnico adotou um discurso vago sobre sua permanência nos Giallorossi, o que estremeceu a relação com Friedkin. Só que tudo mudou da água para o vinho nas últimas semanas, quando os torcedores expressaram seu desejo de continuar com o Special One.

Mais do que isso, Mourinho também colocou a Roma na zona de classificação à próxima Champions League, ocupando a 4ª posição da Serie A com 25 pontos em 15 rodadas. No Grupo G da Europa League, a vaga para a próxima fase também está garantida. Em resumo, o português só não fica nos Giallorossi em caso de um desastre dentro de campo nos próximos meses.

O que também pode interromper o trabalho de José Mourinho na Roma são propostas irrecusáveis. E não, não se trata sobre dinheiro, já que ele recusou ofertas astronômicas da Arábia Saudita. Convites para assumir clubes de primeira linha podem balançar o coração do Special One. Já há algum tempo, a imprensa europeia tem noticiado um possível retorno ao Real Madrid caso Carlo Ancelotti não renove seu contrato na Espanha.

Os donos sauditas do Newcastle também avaliam com bons olhos o nome de Mourinho, já que a temporada não está correndo da maneira imaginada após o investimento colossal. Em meio a esse cenário, o técnico português não esconde seu carinho pelos Giallorossi, onde acredita que ainda pode extrair mais. Agora, resta saber se seu contrato na Roma será estendido.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Jornalista formado pela Unesp, com passagens por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia. Na Trivela, é redator de futebol nacional e internacional.
Botão Voltar ao topo