Itália

Inter não toma conhecimento da Lazio e vai em busca do inédito tricampeonato da Supercopa da Itália

Atual bicampeã, a Internazionale dominou a Lazio, venceu com autoridade e garantiu vaga na final da Supercopa da Itália contra o Napoli

A Internazionale não encontrou qualquer dificuldade diante da Lazio nesta sexta-feira (19) e venceu por 3 a 0 com tranquilidade pela semifinal da Supercopa da Itália, em Riade, na Arábia Saudita. Com o resultado, a equipe comandada por Simone Inzaghi garantiu classificação para a decisão do torneio diante do Napoli, que será realizada na segunda-feira (22).

Marcus Thuram abriu o placar para Inter ainda no começo da primeira etapa após linda jogada coletiva. No segundo tempo, Hakan Çalhanoglu ampliou em cobrança de pênalti logo no início e Davide Frattesi fechou a conta já nos minutos finais. O 3 a 0 foi bem condizente com o domínio nerazzurri durante os 90 minutos e talvez tenha saído barato para a Lazio, que sequer finalizou no gol e em nenhum momento ameaçou a meta de Yann Sommer.

Com o resultado, a Internazionale terá a chance de buscar um tricampeonato seguido da Supercopa da Itália. Em caso de título, o feito será inédito na história do clube e igualará as três conquistas em sequência do rival Milan nas edições de 1992, 1993 e 1994 do torneio. Vale destacar que o técnico Simone Inzaghi já levantou o troféu em quatro ocasiões, tendo sagrado-se campeão com a Lazio em 2017 e 2019 e com a Inter nas últimas duas temporadas.

Inter domina o primeiro tempo e 1 a 0 fica barato para a Lazio

A Internazionale foi absoluta durante todo o primeiro tempo no Al-Awwal Park. Com mais posse de bola e envolvente no campo de ataque, a equipe de Simone Inzaghi foi para o intervalo depois de finalizar 14 vezes e ceder somente dois chutes da Lazio, nenhum deles no alvo. O domínio nerazzurri ficou nítido já nos primeiros lances, com Marcus Thuram finalizando por cima após receber com certa liberdade passe de Nicolò Barella dentro da área, aos três minutos, e tirando tinta da trave esquerda de Ivan Provedel em cabeçada na entrada da pequena área, aos seis.

Não demorou para Inter abrir o placar. Ao seu melhor estilo, com muitas trocas de posição entre os jogadores, a equipe de Milão saiu em vantagem aos 16 minutos. Primeiro, Matteo Darmian virou o jogo e encontrou Federico Di Marco aberto pela esquerda. Então, Barella recebeu pelo meio e esperou o zagueiro Alessandro Bastoni se projetar como um ponta-esquerda. O defensor cruzou de primeira para o meio da área, onde Di Marco apareceu sozinho para desviar de letra. A bola foi na direção da segunda trave, onde Thuram completou de pé direito para o gol aberto e balançou a rede pela décima vez na temporada.

O 1 a 0 no marcador não diminuiu o ritmo da Internazionale. Aos 32 minutos, Lautaro Martínez apareceu pela primeira vez obrigando Provedel a fazer uma defesa em dois tempos e chute de fora da área que desviou na marcação. No minuto seguinte, o levantamento na área de Hakan Çalhanoglu não foi desviado por ninguém e quase parou dentro da meta da Lazio, mas saiu pela linha de fundo. Por fim, Barella carimbou o travessão aos 35 com um voleio quase na pequena área depois de belo cruzamento de Di Marco.

Çalhanoglu amplia logo após o intervalo e Frattesi fecha a conta no fim

O segundo tempo não foi muito diferente do primeiro. A Internazionale seguiu controlando as ações da partida e rapidamente ampliou sua vantagem. Com menos de dois minutos de segunda etapa, Lautaro Martínez foi derrubado por Pedro dentro da área. Após ser chamado pelo VAR, o árbitro Matteo Marchetti percebeu a falta e marcou o pênalti. Hakan Çalhanoglu foi o encarregado da cobrança e converteu, batendo forte e rasteiro no canto direito de Provedel, que mesmo pulando para o lado certo não foi capaz de defender.

Nem mesmo o placar de 2 a 0 fez com que a Inter adotasse uma postura menos ofensiva e de mais cadência. Poucos minutos depois do gol de Çalhanoglu, o time nerazzurri roubou a bola no campo de ataque e quase marcou o terceiro com Lautaro Martínez, que recebeu passe de Barella no meio da área e acertou o travessão em finalização de primeira. Aos 12, o argentino teve nova chance ao arriscar da meia-lua, mas mandou à esquerda do gol.

Já aos 20 minutos, foi Di Marco quem tentou duas vezes em sequência. Primeiro, o camisa 32 bateu falta fechada pela direita e obrigou Provedel a trabalhar mais uma vez. Na sobra, Lautaro Martínez deixou com Henrikh Mkhitaryan, que cruzou na segunda trave para Di Marco bater de primeira para fora. A bola passou raspando a trave e por pouco não foi alcançada pelo próprio Lautaro.

O terceiro gol da Inter estava engatilhado, mas só saiu aos 41 minutos. Depois de Alexis Sánchez interceptar passe ainda no campo de defesa, Mkhitaryan arrancou pela esquerda com muita liberdade e deixou Davide Frattesi frente a frente com Provedel. O italiano teve calma e bateu cruzado de pé direito para superar o goleiro e dar números finais ao jogo.

No fim, a Lazio ainda balançou a rede de Yann Sommer, que não precisou trabalhar em nenhum momento, mas o gol foi anulado. Antes de invadir a área e chutar rasteiro com força, Ciro Immobile dominou com o braço. Sendo assim, os Biancocelesti não levaram perigo em 90 minutos e a Internazionale garantiu uma tranquila classificação para a final da Supercopa da Itália.

Foto de Felipe Novis

Felipe Novis

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo