Itália

Lazio volta a vencer a Juventus e fatura título da Supercopa na Arábia Saudita

A Juventus de Maurizio Sarri tem uma pedra no sapato nesta temporada e, por enquanto, não é a Internazionale, com quem disputa o título da Serie A ponto a ponto. A Lazio de Simone Inzaghi venceu-a, no começo do mês, pelo Campeonato Italiano, por 3 a 1, e, neste domingo, repetiu o placar no estádio King Saud, na Arábia Saudita, para faturar o seu quinto título da Supercopa da Itália.

[foo_related_posts]

A conquista chega no meio de uma excelente temporada da Lazio, que viajou ao fim de uma sequência de oito vitórias seguidas pela Serie A e na terceira posição, com um jogo a menos do que a maioria dos outros times. Ainda tem um pouco de chão para alcançar as líderes Juventus e Internazionale, seis pontos à frente, ambas com uma partida a mais.

A Lazio foi perigosa em um primeiro tempo de poucas oportunidades para os dois lados. Luis Alberto quase marcou de fora da área antes de, aos 16 minutos, completar o passe de Milinkovic-Savic, após ótima jogada de linha de fundo Senad Lulic pela esquerda. Dybala quase empatou de falta. A instantes do intervalo, apareceu na área para empurrar o rebote do chute de fora da área de Cristiano Ronaldo e deixar tudo igual.

Correa quase fez o segundo da Lazio de cabeça, e Ronaldo levou perigo de longe. Aos 28 minutos, Lazzari fez a jogada pela direita e cruzou da canhota. Parolo desviou de cabeça na primeira trave e Lulic apareceu na segunda para completar. A Juventus tentou pressionar em busca do empate, mas sem criar grande coisa.

Nos acréscimos, Bentancur fez falta na entrada da área e levou o segundo cartão amarelo. Cataldi cobrou com brilhantismo e selou o título da Lazio, repetindo o feito de 2017, quando também havia batido a Juventus.

.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo