Copa da Itália

Polêmico como sempre, Mourinho justifica eliminação da Roma para Lazio na Copa da Itália: ‘Pênalti do VAR’

Mourinho não ficou nem um pouco satisfeito com o pênalti que sacramentou o resultado de Lazio x Roma na Copa da Itália

A Roma perdeu para a Lazio por 1 x 0, na quarta-feira (10), no Estádio Olímpico, pelas quartas de final da Copa da Itália. O Derby della Capitale não foi o exemplo do melhor futebol já praticado, mas o resultado foi suficiente para acender uma polêmica. Isso porque José Mourinho justificou a eliminação dos Giallorossi no torneio diante dos Biancocelesti a um lance crucial.

O técnico português não ficou nem um pouco satisfeito com o pênalti marcado para o rival no início do 2º tempo, cuja cobrança não foi desperdiçada por Zaccagni. Tudo começou após uma sobra de bola na grande área, quando Huijsen chegou atrasado na bola e acabou acertando Taty Castellanos. A princípio, o árbitro de campo, Daniele Orsato, nada marcou.

Contudo, a arbitragem de vídeo recomendou a revisão da jogada. Após consultar o VAR, o juiz voltou atrás em sua decisão e marcou a falta do jovem zagueiro da Roma no atacante da Lazio. Com o fracasso dos Giallorossi em superar os Biancocelesti na Copa da Itália, Mourinho foi perguntado pela Mediaset o que ele pensava sobre o clássico que selou o fim de sua campanha na competição.

E a resposta não poderia ter outra cara se não fosse a do Special One:

“Quando é um dérbi, é óbvio que é doloroso (a eliminação na Copa da Itália). Temos grandes dificuldades e nas últimas semanas tivemos uma série de grandes jogos. Perdemos por um pênalti do futebol moderno, do VAR . É um pênalti que sem o VAR, o árbitro não teria dado. Os jogadores de 10 ou 20 anos atrás não teriam se jogado dessa forma. No primeiro tempo fomos nós que tivemos mais personalidade em campo”.

Sarri responde declaração de Mourinho

O treinador da Lazio respondeu à declaração de José Mourinho. Após ouvir as reclamações do técnico da Roma sobre o pênalti no Derby della Capitale, Maurizio Sarri usou sua entrevista coletiva para apoiar a decisão da arbitragem das quartas de final da Copa da Itália. Ele ainda aproveitou a chance para cutucar o Special One, alegando que os Biancocelesti foram melhores do que os Giallorossi:

“Pela imagem que vi, foi pênalti. Uma pancada bastante limpa sem se aproximar da bola. Daniele Orsato ficou oito segundos no VAR e percebeu que era pênalti. Fizemos mais do que a Roma, entrámos um pouco nervosos. As palavras de José Mourinho não me afetam”.

Huijsen não foi o culpado pela eliminação

Huijsen chegou à Roma na última semana por empréstimo junto à Juventus, cujo contrato de cessão se encerra no final da temporada 2023/24. O zagueiro de 18 anos foi contratado para auxiliar os problemas de Mourinho em sua defesa, que está desfalcada por lesão (Smalling) e convocação à Copa Africana de Nações (Ndicka). Por isso, o neerlandês mal vestiu a camisa dos Giallorossi e já foi para o campo.

Após estrear no empate da Roma por 1 x 1 com a Atalanta, no último domingo (7), pela 19ª rodada da Serie A, Huijsen foi titular logo no clássico contra a arquirrival Lazio valendo vaga na semifinal da Copa da Itália. Apesar da importância da partida, o jovem zagueiro fez um 1º tempo seguro. Só que tudo mudou quando ele cometeu o pênalti em Taty Castellanos, o que foi fundamental para o resultado do Derby della Capitale.

Mesmo assim, o Special One fez questão de sair em defesa de Huijsen. José Mourinho apontou a inexperiência do zagueiro e criticou, mais uma vez, as decisões do árbitro e do VAR para não responsabilizar o neerlandês pela eliminação dos Giallorossi diante dos Biancocelesti na competição:

“O gol que sofremos também é um pouco ridículo. Não pelo pênalti causado por um jovem, mas brilhante Huijsen. É um pênalti de uma criança que jogou 55 minutos na Série A. Com um árbitro top, inteligente e que domina todos os aspectos do jogo, quem marca primeiro tem o jogo sob controle, porque não deixa o jogo fluir. Ele não marca esse pênalti, mas aí alguém sentado no VAR o chama de volta. O jogador faz o show e aí está feito”.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo