InglaterraItália

Tuchel não curtiu muito a entrevista de Lukaku: “Cria barulho que não precisamos”

O técnico do Chelsea reagiu à entrevista em que Lukaku diz não estar feliz com sua situação no Chelsea

Como era de se esperar, o técnico do Chelsea, Thomas Tuchel, não gostou de ouvir um dos seus principais jogadores fazendo juras de amor ao seu ex-clube em uma entrevista na qual afirmou “não estar feliz” com a situação no seu atual empregador. Nesta sexta-feira, o alemão disse que as declarações de Romelu Lukaku à Sky Sports da Itália criaram um “barulho que não precisamos”.

Em uma entrevista programada para ser veiculada na íntegra nesta sexta-feira, Lukaku disse estava insatisfeito com a sua situação no Chelsea e que Tuchel havia “optado por usar outro sistema”. Também pediu desculpas à torcida da Internazionale pela maneira como saiu no começo da temporada e disse que gostaria de voltar um dia.

Segundo o Guardian, a entrevista foi gravada três semanas atrás, antes de Lukaku fazer seu primeiro jogo como titular desde meados de outubro, contra o Brighton. O jornal também afirmou que não há nenhuma chance de o jogador contratado por € 115 milhões de euros sair na janela de transferências de janeiro.

“Não gostamos”, disse Tuchel. “Cria barulho que não precisamos e não ajuda. Não queremos tornar isso maior do que realmente é. É fácil tirar frases de contexto, diminuir as falas, fazer manchetes e depois perceber que não é tão ruim. Precisamos de um ambiente calmo e focar e isso não ajuda”.

“Eu não o sinto infeliz. Eu sinto exatamente o oposto. É por isso que é uma surpresa. Se há algo para ser discutido, tem que ser em portas fechadas. Não reflete seu trabalho diário. Mas você precisa perguntar a ele. Tudo que você diz fica lá fora quando você é um jogador tão grande quanto Romelu. Ele é experiente e deveria saber qual é o valor de falar coisas assim”, acrescentou.

Para piorar, o pedido de desculpas também não colou com parte da torcida da Inter. Ultras exibiram faixas no San Siro dizendo: “Não importa quem foge na chuva. Importa quem fica para a tempestade. Tchau, Romelu”.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo