Eurocopa FemininaInglaterra

Superando o Jubileu da rainha, título da Inglaterra foi o programa mais assistido de 2022 na TV britânica

A vitória da seleção inglesa sobre a Alemanha em Wembley atingiu um pico de 17,4 milhões de pessoas, além de quase 6 milhões vendo pelo streaming - sem falar nas 87 mil presentes no estádio

A final da Eurocopa Feminina no último domingo atingiu um pico de 17,4 milhões de pessoas vendo pela televisão, o que o torna o programa mais assistido da televisão britânica em 2022, superando os shows de celebração do Jubileu de Platina da rainha Elizabeth. A seleção inglesa derrotou a Alemanha por 2 a 1 em Wembley e conquistou o seu primeiro título europeu.

Outras 5,9 milhões de pessoas assistiram ao duelo pelo serviço de streaming da BBC. Cerca de 13,4 milhões de pessoas haviam assistido à Festa no Palácio, uma reunião de artistas para celebrar os 70 anos de reinado da rainha Elizabeth, então a maior audiência de 2022. Foi também de longe o jogo de futebol feminino mais assistido da TV britânica, superando a semifinal da Copa do Mundo de 2019, contra os Estados Unidos, com 11,7 milhões de espectadores.

O interesse do público pela Eurocopa foi alto durante todo o torneio. Logo na estreia, a Inglaterra bateu o recorde de torcedores em uma única partida ao levar quase 69 mil pessoas a Old Trafford para a vitória por 1 a 0 sobre a Áustria. A final em Wembley superou essa marca com folga, reunindo 87.192 espectadores. A Euro 2022 terminou 574.875 torcedores nas arquibancadas, muito mais do que o recorde anterior, de 240.055, que havia sido batido ainda na fase de grupos.

“Este foi o jogo de futebol feminino mais assistido da televisão britânica em todos os tempos e o programa mais assistido em 2022 até agora – e com justiça. Todos na BBC estão felizes com a vitória e por a termos conseguido compartilhar com o público”, disse o diretor geral da emissora pública do Reino Unido, Tim Davie.

Como ponto de referência, a final masculina em 2021, entre Inglaterra e Itália, quando muita gente ainda ficava em casa por causa da pandemia, teve pico de aproximadamente 30 milhões de pessoas, a maior audiência da TV britânica desde o funeral da princesa Diana, em 1997.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo