Inglaterra

Rooney: “Não seria da minha natureza deixar o Derby County em apuros e ir embora”

Rooney assume a responsabilidade e vira uma clara liderança diante da grave crise no clube

Wayne Rooney inicia sua carreira de treinador com um obstáculo imenso para superar. O ex-atacante conseguiu livrar o Derby County do rebaixamento na última rodada da Championship passada, mas o cenário fora de campo piorou na última semana. Os Rams iniciaram um processo de intervenção judicial por causa dos problemas financeiros e devem perder de 12 a 21 pontos na segunda divisão inglesa, enquanto atravessam uma situação incerta quanto à manutenção do elenco e dos próprios funcionários. Ainda assim, a equipe conquistou uma enorme vitória no final de semana, ao bater o Stoke City por 2 a 1. Rooney emerge exatamente como uma liderança, ao dar sua cara a tapa e se comprometer com a luta.

“Já disse algumas vezes que estou comprometido com esse clube, com o grupo de jogadores e com os funcionários. Eu me preocupo com eles, então vou continuar fazendo tudo que puder para nos ajudar a superar isso. Vamos mudar para melhor. Teremos tempos difíceis num futuro próximo, mas é meu trabalho agora começar a reconstrução desse clube e tentar reergue-lo. Meu trabalho é trazer de volta um pouco de orgulho e dignidade ao clube, que possui uma grande massa de torcedores. Eles merecem minha máxima atenção e dos jogadores”, declarou Rooney.

“Esse é um clube grande. O Derby se recuperará. Temos que ser fortes, resilientes e ficar juntos. Eu não me perdoaria se eu deixasse o clube neste momento, porque estou pedindo aos jogadores que se sacrifiquem muito e deem tudo em campo. Então não seria da minha natureza deixá-los em apuros e ir embora. Meu trabalho no clube é tentar que os jogadores e as demais pessoas venham trabalhar felizes. Obviamente, no momento elas não estão”, complementou o treinador.

Rooney revelou que a notícia da intervenção judicial, que levará o Derby County a perder pelo menos 12 pontos, não foi transmitida internamente ao departamento de futebol. Ele e os demais jogadores só souberam da situação através da televisão: “Fiquei sabendo da situação pela TV. Falei com o diretor financeiro depois disso, mas inicialmente soube pelo noticiário. Ainda não falei com o dono do clube. Tenho certeza de que ele possui outras coisas em mente neste momento”.

O ex-atacante afirmou até mesmo que poderá auxiliar os funcionários, já que muitos devem ser demitidos em breve: “Eu imagino que funcionários perderão seus empregos. Eles têm hipotecas e contas a pagar. Ver isso arrancado deles é de partir o coração, porque são boas pessoas que trabalham muito duro por esse clube. Farei de tudo para ajudá-los, porque esses funcionários normalmente são esquecidos”.

Rooney, além do mais, colocou janeiro como um momento decisivo para o Derby County. Os Rams procuram novos proprietários e seria bom fechar a venda antes da janela de transferências, para realizar investimentos no mercado. O clube já sofreu um embargo nas transferências durante o início da temporada, que limitou bastante as contratações e garantiu apenas a chegada de atletas sem contrato. A expectativa do treinador é poder ganhar reforços para a metade final da Championship.

“Tomara que possamos conseguir novos investidores o mais rápido possível, para tentar obter alguma estabilidade. É uma vantagem que essa situação tenha acontecido agora, não em janeiro. Temos alguns meses para tentar atrair investidores. Se a situação continuar até janeiro, a administração pode vender alguns jogadores e não há nada que eu possa fazer. Será muito difícil”, analisou.

Por fim, Rooney ressaltou o espírito de luta do time na vitória sobre o Stoke: “Por colocarem os problemas de lado e irem bem em campo, os jogadores merecem muito crédito e sei que os torcedores ficarão orgulhosos do time. Esse clube teve grandes momentos no passado, mas coloquei a data na parede e falei ao final da preleção: ‘Hoje pode ser um grande dia na história do clube, e caberá a vocês decidirem como os torcedores olharão para trás’. Acho que a torcida perceberá o grande esforço dos jogadores”.

O Derby County passou quatro rodadas sem vencer, até bater o Stoke por 2 a 1 no Estádio Pride Park. Max Bird e Curtis Davies anotaram os gols no triunfo, construído ainda no primeiro tempo. Rooney chegou a ter seu nome gritado pelos torcedores nas arquibancadas. Os Rams somam dez pontos em oito rodadas da Championship e ocupam o 12° lugar na tabela. Porém, assim que for oficializada junto à Football League, a intervenção judicial no clube causará uma punição de 12 pontos e derrubará a equipe para a última posição. Por causa de outras irregularidades financeiras, uma nova punição de nove pontos também é estudada pela liga.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo