Inglaterra

Presidente do City sugere que clube investirá pesado em atacante para suceder Sergio Agüero

Khaldoon Al Mubarak falou que o City "enviará uma mensagem forte" com contratações para o time "titular" e citou o substituto de Agüero especificamente

O Manchester City, campeão da Premier League e finalista da Champions League, deve fazer investimentos altos em posições-chave do seu elenco, como um sucessor para Sergio Agüero, para tentar vencer mais na próxima temporada, afirmou o presidente do clube Khaldoon Al Mubarak.

Havia especulação de que o City investiria alto em um centroavante titular na janela de transferências antes mesmo de Agüero anunciar que estava de saída – na segunda-feira, foi oficialmente anunciado no Barcelona.

Os nomes mais fortes eram o de Erling Haaland e o de Harry Kane. Com a classificação do Borussia Dortmund à Champions League, Haaland deve ficar pelo menos mais uma temporada no seu clube atual, como afirmou o CEO Hans-Joachim Watzke.

A outra opção, Kane, teria informado ao Tottenham que deseja sair, segundo veículos ingleses como o The Guardian e a Sky Sports. A operação seria muito cara e, no começo de abril, Pep Guardiola afirmou que o City não tem dinheiro para contratar um atacante.

Guardiola também disse que existia uma “grande chance” de nenhum atacante ser contratado, mas parece que Mubarak precisava apenas lembrar a senha da conta bancária do xeique Mansour.

“Uma das coisas que aprendi ao longo dos anos é que você precisa trazer talento constantemente para o time, refrescá-lo, especialmente quando você está em um ano nível, quando está no topo”, afirmou, ao site do próprio clube.

“Tendo vencido a liga, não é a hora de ficar satisfeito. Esse seria nosso maior erro. É a hora de enviar uma mensagem forte de que não há acomodação, de que não estamos satisfeito apenas com o título da liga”.

“Foi ótimo, mas queremos vencê-la novamente e estamos comprometidos e vamos trazer mais talento para competir, não no elenco, mas no time titular”, completou, antes de citar um substituto para Agüero especificamente.

“É difícil suceder Sergio Agüero, mas estou confiante que vamos encontrar o jogador certo. Há outras áreas do time nas quais precisamos investir. Não muitas. Não é sobre números, mas qualidade. Vamos trazer qualidade ao time em algumas posições-chave”.

“Nosso balanço financeiro é forte e vamos investir com sabedoria e fazer o que precisamos fazer, mas o mercado será difícil porque não haverá tanta liquidez. Haverá movimentações, mas elas serão feitas de uma maneira mais criativa”, disse.

Guardiola, comandante do Manchester City desde 2016, já está em seu trabalho mais longo como treinador. Seu contrato foi recentemente renovado até o final da temporada 2022/23.

“A parceria tem sido ótima. Ele está no ambiente certo, ele tem a infraestrutura certa ao redor dele. Temos a maior confiança e a melhor relação e conquistamos tanta coisa. Então, a jornada continua e continuará enquanto Pep estiver feliz e nós estivermos felizes”, disse.

“Aos torcedores do City, eu lhes digo, sejam positivos, confiantes, aproveitem estes momentos e anseiem a próxima temporada e vamos uma temporada por vez”, completou.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo