Premier League

Sandro Tonali tem punição definida por envolvimento com apostas esportivas

Federação Italiana confirma punição de Sandro Tonali, que ainda terá obrigatoriedade de tratamento do vício em apostas

O meio-campista Sandro Tonali será suspenso do futebol por 10 meses, depois de ser considerado culpado de infringir as regras ao fazer apostas. A punição foi anunciada pela Federação Italiana de Futebol (FIGC). O jogador italiano de 23 anos, que trocou o Milan pelo Newcastle em julho por 70 milhões de euros, agora está proibido de jogar qualquer partida pelo seu clube ou seleção nesse período.

O acordo precisa ser ratificado pelo CONI, o Comitê Olímpico Italiano e que cuida de todo o esporte do país, antes de ser repassado à Uefa e à Fifa para extensão internacional da punição. Com isso, Tonali perderá não só toda a temporada de clubes, como também a Eurocopa 2024, caso a Itália se classifique. Ele só poderia voltar a jogar em setembro de 2024.

Tonali confessou ter feito apostas no Milan enquanto ainda era jogador do clube. Apostar não é crime na Itália, desde que seja feito em plataformas reconhecidas e legalizadas pelas agências governamentais. O uso de plataformas ilegais está sujeito a prisão de três meses e multa entre 51 mil e 516 mil euros. Só que há uma legislação específica para atletas profissionais.

O artigo 24 da Justiça Esportiva da FIGC proíbe fazer ou receber apostas, direta ou indiretamente em eventos organizados pela FIGC, Uefa ou Fifa. Qualquer jogador que descumprir isso está sujeito a uma suspensão de três anos e multa de 25 mil euros. Era essa punição que, inicialmente, Tonali estaria sujeito caso não houvesse acordo.

A punição de Sandro Tonali inclui oito meses adicionais de atividades relacionadas a reabilitação, incluindo terapia. O anúncio foi feito pelo presidente da FIGC, Gabriele Gravina, nesta quinta-feira (26). “Foi feito um acordo entre a procuradoria federal da FIGC e Sandro Tonali, que será endossado por mim e já fiz isso”, afirmou o dirigente. “Está previsto um acordo de 18 meses, dos quais oito meses serão de atividades de reabilitação. Alguns envolvem terapia e haverá outros 16 compromissos”.

O meio-campista Nicolò Fagioli foi investigado e punido com uma suspensão de sete meses do futebol, além de ser obrigado a fazer tratamento para o vício em apostas. O caso de Fagioli é um pouco menos grave porque ele não fez apostas no clube que defendia, a Juventus, diferente do caso de Tonali.

O atacante Nicolò Zaniolo também é investigado, mas ele nega ter feito quaisquer apostas. Segundo seus representantes, ele só faz uso de jogos online de cartas, como blackjack e pôquer. Caso ele tenha usado uma plataforma ilegal para isso, pode ter que pagar multa, mas não é uma violação esportiva que gere suspensão do jogador.

“O maior jogo começou contra uma doença”

A equipe jurídica que representa Sandro Tonali confirmou na semana passada que o jogador foi interrogado pela procuradoria e que queriam uma resolução rápida para o assunto. A FIGC, então, confirmou a punição nesta quinta-feira.

O empresário de Tonali afirmou em um evento em Londres, na terça-feira (24) que seu cliente sofre de uma “doença de apostas”, ou seja, seria viciado. “Sandro está um pouco abalado pela situação. Mas ele já começou a lutar de volta. Sandro é um lutador”, disse Beppe Riso.

“O maior jogo começou contra uma doença. Sandro está acostumado a grandes jogos e usualmente ele os vence. A experiência de Sandro irá salvar a vida de outros garotos”, continuou Riso, empresário do atleta. “Gostaria de agradecer ao Newcastle. Eles estão sempre ao lado de Sandro. Ele está treinando e poderia jogar no sábado. Ele percebeu que precisa enfrentar esse problema. O clube está absolutamente ao seu lado”.

O técnico Eddie Howe falou sobre o caso na semana passada e defendeu Tonali. O jogador chegou a entrar em campo no segundo tempo da goleada do Newcastle por 4 a 0 pela Premier League. O italiano também esteve em campo na derrota do Newcastle para o Borussia Dortmund nesta quarta-feira, pela Champions League. Ele não deve voltar a campo apenas na próxima temporada, no final de agosto de 2024.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo