Premier League

Premier League pode causar guerra entre cervejas na Inglaterra

Saída da Budweiser no patrocínio da Premier League movimenta marcas de cerveja

Não foi do dia para noite que a Premier League virou a melhor liga do mundo. A partir da fundação da competição, nos anos 90, substituindo a gestão da FA, os clubes adotaram medidas para modernizar estádios, afastar a violência das arquibancadas e deixar o produto cada vez melhor para a televisão. Tudo isso levou a receitas cada vez mais altas, impulsionadas pelas cotas televisivas na Inglaterra e no mundo, elevando também o nível competitivo. Consequentemente, ser patrocinador naquele que é o campeonato com maior audiência também causa uma batalha das marcas, e é exatamente o que acontece com duas gigantes empresas de cerveja.

Marcas de cervejas ligadas ao rugby lutam por patrocínio na Premier League com saída da Budweiser

  • Após cinco anos sendo a marca de cervejas da Premier League, a Budweiser, da gigante cervejeira AB InBev (criada a partir da fusão da empresa brasileira Ambev com a belga Interbrew), deverá sair da Premier League ao término da temporada. A Bud também patrocinou a Copa da Inglaterra nos últimos anos
  • Agora, quem luta para ser a próxima marca de bebidas da elite do futebol inglês são as gigantes Guinness, da Diageo (uma das 100 empresas com ações mais representativas na bolsa de Londres), e a holandesa Heineken, segundo informações da Sky News
  • Ainda conforme o que publicou o portal inglês, os 20 clubes da PL já teriam sido informados na última semana sobre o interesse das marcas
  • A Guinness ficou conhecida na Inglaterra por ser a principal patrocinadora da Premiership, a liga de rugby local, até 2010. Nos últimos anos, também se envolveu na Six Nations, torneio disputado anualmente pelas seleções da Escócia, França, Irlanda, Itália e País de Gales, além, claro, do selecionado inglês
  • Já a Heineken, também famosa pelos comerciais na Champions League, deu nome à Rugby Europe nos anos 90

Quais serão os valores?

  • Segundo a reportagem, a proposta da Guinness seria de “dezenas de milhões de libras ao longo de um contrato de três anos”, um valor maior do que teria oferecido a Heineken
  • No entanto, a cervejeira holandesa foi convidada para revisar e atualizar a proposta
  • A gestão do Campeonato Inglês espera que o acordo seja finalizado nas próximas semanas
  • Procuradas pela Sky, Premier League e Diageo não comentaram sobre o assunto, e a Heineken não retornou

Briga entre cervejas só perde para disputa pelo título da Premier League

Se nos bastidores empresas de cerveja lutam por um patrocínio, três clubes brigam pelo título inglês em campo. Após um final de semana perfeito, o Manchester City de Pep Guardiola assumiu a liderança ao vencer o Luton Town por 5 a 1. Agora, soma 73 pontos, dois a mais do que a dupla Arsenal e Liverpool, ambos derrotados em casa na última rodada.

Ainda serão disputadas mais seis rodadas e, caso o City termine campeão (novamente), seria o primeiro clube nos 134 anos da liga da Inglaterra a conquistar quatro títulos consecutivos.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius é nascido e criado em São Paulo e jornalista formado pela Universidade Paulista (UNIP). Escreveu sobre futebol nacional e internacional no Yahoo e na Premier League Brasil, além de eSports no The Clutch. Além disso, atuou como assessor de imprensa no setor público e privado.
Botão Voltar ao topo