Premier League

O cronograma e planejamento de clubes da Premier League durante a Data Fifa

O que Arsenal, Manchester City, Manchester United, Liverpool, Chelsea, Tottenham, West Ham e Newcastle estão fazendo neste período sem jogos?

Amistosos de alto nível, play-offs de qualificação para Eurocopa, eliminatórias para a Copa do Mundo e Liga das Nações da Concacaf. O futebol de seleções passou a ocupar o centro das atenções nestes últimos dias de março e paralisou o calendário dos clubes. Ainda assim, mesmo com tal intervalo, muitos são os questionamentos sobre Premier League. Afinal, a competição inglesa pega fogo na reta final e todos desejam saber como a corrida maluca pelo título mais cobiçado da terra do Rei terminará.

Faltam oito dias para o retorno da Premier League. Dito isso, a pergunta que fica é: o que os principais times da primeira divisão inglesa fazem durante a pausa internacional? Separamos um mini-resumo de cada clube.

Arsenal

O Arsenal foi ‘agraciado' com uma das pausas mais longas dentre todos os clubes ingleses. A equipe de Mikel Arteta não entra em campo desde o dia 12 de março, quando eliminou o Porto nos pênaltis e avançou às quartas de final da Champions League. O próximo compromisso será contra o Manchester City, pela Premier League, em 31 de março.

Normalmente, os Gunners aproveitariam o tempo livre de jogos com a realização de treinamentos intensos. Entretanto, desta vez, não será possível seguir tal premissa. Isso porque, boa parte dos jogadores do clube servem suas respectivas seleções e retornarão pouco antes do duelo decisivo contra os Citizens. Assim, Arteta concedeu aos atletas cinco dias de folga após a classificação suada diante do Porto.

Em um primeiro momento, o técnico espanhol havia planejado que o elenco se recuperasse no dia seguinte e logo retornasse às atividades no Centro de Treinamento. Porém, acabou mudando de ideia e optou por liberar o plantel depois do triunfo nos pênaltis. Muitos jogadores, inclusive, aproveitaram o período para viajar e curtir os familiares antes de se juntarem às seleções. O Arsenal, vale lembrar, lidera a Premier League, com 64 pontos conquistados.

Liverpool

Jürgen Klopp deu folga aos jogadores que não foram convocados esta semana. O intuito do técnico alemão é fazer com que seus comandados descansem e se recuperem após um calendário insano que o Liverpool enfrentou e seguirá enfrentando na temporada.

Mohamed Salah está de folga, já que a seleção egípcia concordou em liberá-lo (poupá-lo) após seu recente retorno de lesão. Darwin Núñez, por sua vez, foi cortado pelo Uruguai por conta de uma contusão no tendão da coxa, sofrida durante a derrota e eliminação do Liverpool na Copa da Inglaterra, para o Manchester United. O atacante progride bem na recuperação e a expectativa é que, assim como Salah, esteja à disposição de Klopp no dia 31 de março, quando os Reds enfrentam o Brighton.

Trent Alexander-Arnold, Curtis Jones, Diogo Jota, Alisson e Stefan Bajcetic seguem sob cuidados do departamento médico. Incluindo convocações sub-18, sub-20 e sub-21, Klopp tem 20 jogadores em serviço internacional. O Liverpool é o vice-líder da Premier League, com 64 pontos ganhos — fica atrás do Arsenal em virtude dos critérios de desempate.

Manchester City

Em resumo, todos os jogadores do Manchester City estão em serviço na Data Fifa. Sendo assim, não há nada planejado no clube em termos de treinamento. Com exceção de Jack Grealish, que trabalha diariamente para entrar em forma e ficar à disposição de Guardiola. Lesionados, Ederson e Kevin De Bruyne estão entregues ao departamento médico.

Os Citizens vêm de vitória e classificação sobre o Newcastle na Copa da Inglaterra. Garantido na semifinal do mata-mata nacional, o esquadrão de Guardiola ocupa a terceira colocação da Premier League, com 63 pontos.

Aston Villa

A pausa internacional veio em boa hora para o Aston Villa que, apesar do quarto lugar e campanha de destaque na Premier League, continua sofrendo com o acúmulo de lesões no elenco. O clube de Birmingham recentemente se classificou para as quartas de final da Conference League e estabeleceu o título continental como meta, assim como manter a vaga no G4.

Lidar com ausências importantes em uma reta final de temporada insana é a missão de Unai Emery. O técnico deu folga aos jogadores que não estão envolvidos na Data Fifa e tirou alguns dias para viajar com a família.

Tottenham

A derrota acachapante por 3 a 0 para o Fulham doeu. Contudo, o Tottenham já parece ter se reestabelecido dela. Ange Postecoglou se mostrou sereno e convicto de suas escolhas durante as últimas coletivas de imprensa e optou por manter a rotina de treinos para os jogadores não convocados. O objetivo é repetir o sucesso obtido nas pausas internacionais anteriores, onde os Spurs voltaram com tudo e empilharam vitórias.

Manchester United

Ao todo, 13 jogadores do Manchester United estão ausentes em missões internacionais. E todos os olhos estão voltados para Kobbie Mainoo após sua promoção à seleção inglesa principal.

Depois da suada e heroica classificação na Copa da Inglaterra, diante do arquirrival Liverpool, Erik Ten Hag traçou o planejamento durante a pausa internacional: semana de folga para aqueles que não foram convocados e programas de treino individual aos que se recuperam de problemas físicos.

Chelsea

O Chelsea manteve aquilo que sempre faz nas pausas Fifa: os jogadores que não foram convocados para representar seus países tiveram folga na segunda-feira (18) antes de retomarem os treinos em Cobham. O técnico Mauricio Pochettino também seguiu tal roteiro.

O departamento médico dos Blues segue atolado de trabalho. Afinal, um pequeno batalhão de jogadores do time principal, incluindo os ausentes de longa data Reece James, Wesley Fofana e Romeo Lavia, seguem se recuperando de problemas físicos.

Outros, como Christopher Nkunku e Levi Colwill, esperam retornar em um futuro próximo para ajudar o plantel de Pochettino nas rodadas finais da Premier League e na semifinal da Copa da Inglaterra.

West Ham

O técnico David Moyes concedeu uma folga para os jogadores que não foram convocados No retorno deles, a tendência é que alguns jovens do time sub-21 sejam ‘promovidos' ao campo de treino da equipe principal devido ao número grande de ausências.

Jarrod Bowen (Inglaterra), Lucas Paquetá (Brasil), Alphonse Areola (França), Nayef Aguerd (Marrocos), Edson Álvarez (México), Konstantinos Mavropanos (Grécia) e Tomas Soucek (República Tcheca) são os jogadores do West Ham em missão internacional. Os Hammers voltam a campo no dia 30 de março, para encarar o Newcastle, no St. James' Park.

Newcastle

O técnico Eddie Howe levou seu elenco desfalcado (seja devido a convocações ou lesões) para Dubai nesta semana. O objetivo é: descanso, recuperação e treinamento. Fora de competições continentais e eliminado da Copa da Inglaterra, o Newcastle só tem a Premier League para disputar até o final da temporada. Atual 10º colocado do certame, os Magpies não lutam mais por nada na competição.

Classificação da Premier League

Premier League
# Seleção J V D E +/- Pontos
1 Man City

Man City

32 22 7 3 44 73
2 Arsenal

Arsenal

32 22 5 5 49 71
3 Liverpool

Liverpool

32 21 8 3 41 71
4 Aston Villa

Aston Villa

33 19 6 8 19 63
5 Tottenham

Tottenham

32 18 6 8 16 60
6 Newcastle

Newcastle

32 15 5 12 17 50
7 Man Utd

Man Utd

32 15 5 12 -1 50
8 West Ham

West Ham

33 13 9 11 -6 48
9 Chelsea

Chelsea

31 13 8 10 9 47
10 Brighton

Brighton

32 11 11 10 2 44
11 Wolverhampton

Wolverhampton

32 12 7 13 -5 43
12 Fulham

Fulham

33 12 6 15 -2 42
13 Bournemouth

Bournemouth

32 11 9 12 -10 42
14 Crystal Palace

Crystal Palace

32 8 9 15 -17 33
15 Brentford

Brentford

33 8 8 17 -11 32
16 Everton

Everton

32 9 8 15 -16 27
17 Nottm Forest

Nottm Forest

33 7 9 17 -16 26
18 Luton

Luton

33 6 7 20 -24 25
19 Burnley

Burnley

33 4 8 21 -35 20
20 Sheff Utd

Sheff Utd

32 3 7 22 -54 16
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo