Inglaterra

Manchester City vence corrida insana e ‘rouba’ joia do Chelsea

Ryan McAidoo, de 16 anos, decidiu deixar o clube Londrino e reforçar o atual tetracampeão inglês

Desde a chegada de Todd Boehly, o Chelsea pastou a gastar incessantemente em jovens jogadores. A gestão do empresário norte-americano à frente dos Blues é marcada por investimentos pesados em garotos com alto potencial de crescimento.

Neste sábado (29), entretanto, o feitiço virou contra o feiticeiro: o Chelsea perderá um dos talentos mais brilhantes de sua base. Trata-se de Ryan McAidoo, de 16 anos, que decidiu aceitar a proposta do Manchester City.

Segundo Fabrizio Romano, jornalista especializado em mercado de transferências do futebol, os Citizens venceram a concorrência de outros clubes importantes da Premier League. O acordo com McAidoo está selado, e o atacante assinará contrato nos próximos dias.

Quem é Ryan McAidoo?

McAidoo é considerado uma joia com teto gigante para evolução. O garoto, mesmo aos 15 anos (hoje tem 16), representou a Inglaterra no nível sub-17, disputando as eliminatórias da Eurocopa da categoria — torneio realizado em março deste ano.

O novo atacante do Manchester City também atuou diversas vezes pelo sub-18 do Chelsea na última temporada, incluindo algumas partidas da Premier League da categoria.

O Arsenal era um dos principais interessados na contratação de McAidoo. No início de junho, os Gunners apresentaram uma proposta e chegaram a liderar a corrida pelo jovem do Chelsea. Porém, o City ‘sequestrou’ o negócio e fechou com a joia.

Reconhecendo o imenso potencial de McAidoo, o Chelsea não mediu esforços para manter o atacante em Stamford Bridge. A equipe londrina valorizava sua versatilidade e capacidade de jogar em diversas posições do ataque. Por isso, deixou claro ao jovem que ele fazia parte do futuro do clube.

Em nada adiantou. McAidoo rejeitou os Blues e escolheu reforçar o atual tetracampeão inglês.

Quem o Chelsea já contratou na janela?

A chegada de Enzo Maresca não mudou o perfil de contratações da gestão Todd Boehly. A atual direção do Chelsea, como citado, prioriza a compra de jovens jogadores que ainda precisam se provar. Foi assim com Graham Potter, Mauricio Pochettino, e agora a premissa se mantém com o técnico italiano.

O movimento que mais chamou atenção nos últimos dias diz respeito a Marc Guiu, centroavante de 18 anos do Barcelona B. Sedento por uma referência de ataque, o Chelsea foi buscar o garoto prodígio na Catalunha. O negócio gira em torno de 6 milhões de euros — quase R$ 36 milhões na cotação atual.

Omari Kellyman, meio-campista do Aston Villa, foi anunciado pelos Blues neste sábado (29). A equipe londrina desembolsou cerca de 19 milhões de libras (R$ 134 milhões) pela contratação do prodígio. E os investimentos não param por aí…

Anselmino, jovem zagueiro do Boca Juniors, deve ser a nova aposta do Chelsea. Segundo a imprensa britânica, o defensor de 19 anos será emprestado ao Estrasburgo, da França.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo