Inglaterra

Hospital público ou departamento médico do Chelsea: o que é mais cheio?

O Chelsea tem simplesmente um time inteiro machucado -- e isso (também) explica muito a má fase atual dos Blues

A fase do Chelsea é terrível há algum tempo. Basicamente desde a saída de Roman Abramovich do cargo de dono do time, os Blues estão em uma decadência sem fim. Na última temporada, como tem se repetido neste, ficaram apenas no meio da tabela da Premier League. Assim, estão fora de todas as competições europeias: nada de Champions League, Liga Europa ou até mesmo da mais humilde Conference League. Dentro de casa, ao menos está nas semifinais da Copa da Liga Inglesa e avançou na Copa da Inglaterra neste último final de semana ao vencer o frágil Preston com uma goleada por 4 a 0.

Acontece que quando a zica está solta, ela sempre faz questão de dar as caras. Em relatório oficial divulgado em seu site, o Chelsea soltou uma lista de jogadores lesionados ou que estão no departamento médico para se recondicionar após lesões que é, no mínimo, chocante. O documento dá conta de que nada menos do 11 jogadores, ou seja, um time inteiro, está lesionado ou em processo de recuperação. Um pesadelo para o treinador argentino Maurício Pochettino, que não consegue ter a minímia sequência de atletas à disposição para armar decentemente a sua equipe.

Chelsea tem lesões em literalmente todos os setores

Goleiro, defensores, meio-campistas e atacantes. O Chelsea simplesmente tem em seu departamento médico jogadores de todas as posições possíveis, o que faz com que literalmente a equipe pudesse montar um time apenas com lesionados. Vamos, então, falar por setor do campo para que fique mais organizado o pensamento diante de tantas lesões.

Goleiro: sim, o Chelsea tem um no departamento médico

Nas últimas partidas do Chelsea, tem sido titular o goleiro Đorđe Petrović. Isso porque Robert Sanchez, arqueiro espanhol, que costuma estar entre os 11 que iniciam jogos, está se recuperando de lesão grave no joelho. Ele deixou a partida contra o Everton, ainda em dezembro, na Premier League machucado e não tem previsão rápida de volta. Outro que poderia estar jogando, o também espanhol Kepa foi emprestado ao Real Madrid — outro time que tem sofrido muito com lesões — para substituir o machucado Thibaut Courtois.

A defesa é o setor do Chelsea mais detonado por lesões

Não há no esfacelado Chelsea um setor mais destruído do que a defesa. Dos 11 jogadores que se recuperam de lesão ou retomam o condicionamento físico no departamento médico, nada menos do que seis são defensores. São eles os zagueiros Benoit Badiashile, Trevoh Chalobah e Wesley Fofana e os laterais Ben Chilwell, Marc Cucurella e Reece James. Não é a toa que a defesa do Chelsea tem sido tão criticada e tão falha, uma vez que tantos titulares não estão à disposição.

Meio-campo do Chelsea também tem sofrido muito com lesões

Mais um setor, mais um par de lesionados. São mais três jogadores com lesão no meio-campo, com o destaque de todos eles serem jovens promessas contratadas pelo Chelsea recentemente em sua nova tática de comprar muitas jovens promessas em muitas ligas pelo mundo — Campeonato Brasileiro incluso, que o digam Santos e Vasco. Carney Chukwuemeka, apenas 20 anos, está machucado assim como Romeo Lavia, que tem a mesma idade, e o francês Lesley Ugochukwu, ainda mais novo, com 19 anos.

Por fim, um ‘eterno lesionado' no ataque do Chelsea

Quem também foi listado como lesionado pelo Chelsea na lista em seu site oficial foi o atacante francês Christopher Nkunku. Ele mal teve tempo de estrear pelos Blues, já que após uma lesão sofrida ainda na pré-temporada, em 2 de agosto, conseguiu retornar apenas em 16 de dezembro. Fez apenas cinco partidas e, segundo o clube, está sendo avaliado pela equipe médica e, por isso foi listado como indisponível para a semifinal da Copa da Liga Inglesa, diante do Middlesbrough.

Esses são todos os jogadores lesionados do Chelsea

Veja a lista de lesionados do Chelsea e a posição do clube sobre cada um deles:

  • Benoit Badiashile – em treinamento para a fase de recondicionamento
  • Ben Chilwell – em treinamento para a fase de recondicionamento
  • Carney Chukwuemeka – em treinamento para a fase de recondicionamento
  • Christopher Nkunku – passando por avaliação médica
  • Trevoh Chalobah – continua seguindo seu programa de reabilitação
  • Marc Cucurella – continua seguindo seu programa de reabilitação
  • Wesley Fofana – continua seguindo seu programa de reabilitação
  • Reece James – continua seguindo seu programa de reabilitação
  • Romeo Lavia -continua seguindo seu programa de reabilitação
  • Robert Sanchez – continua seguindo seu programa de reabilitação
  • Lesley Ugochukwu – continua seguindo seu programa de reabilitação
Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo