Inglaterra

Leicester negocia com treinador que já contratou promessas de Palmeiras e Corinthians

Foxes tinham Graham Potter como prioridade, mas tratativas não avançaram e a negociação foi encerrada

De volta à Premier League, o Leicester segue em busca de um novo técnico. No início de junho, Enzo Maresca aceitou a proposta do Chelsea e deixou os Foxes que, desde então, passaram a explorar o mercado de treinadores.

Graham Potter, ex-Brighton e Chelsea, era o primeiro nome da lista. Mas as negociações fracassaram.

Com pressa para iniciar o planejamento da temporada 2024/24, a diretoria do Leicester partiu para um ‘plano B'.

Steve Cooper é a bola da vez dos Foxes. Segundo o The Guardian, as negociações estão avançadas, e o técnico de 44 anos vê com bons olhos a oportunidade de iniciar um novo trabalho na Premier League. 

Steve Cooper deixou o comando do Nottingham Forest em dezembro de 2023 (Foto: Icon Sport(

Carreira de Steve Cooper

Steve Cooper nasceu no País de Gales e foi revelado nas categorias de base do Wrexham. O ex-zagueiro defendeu TNS, Rhyl F.C, Bangor City e Porthmadog — todos clubes galeses — ao longo da carreira.

Enquanto jogador, Cooper iniciou os estudos para obter sua Licença Uefa Pro de treinador. Ele conseguiu a documentação aos 27 anos de idade — um dos mais jovens a alcançar tal feito.

Antes de chegar ao Nottingham Forest, Cooper acumulou experiências interessantes. Ele comandou o sub-18 do Liverpool e supervisionou o desenvolvimento de jogadores importantes, como Raheem Sterling e Trent Alexander-Arnold. Além disso, dirigiu o sub-16 e sub-17 da seleção inglesa entre 2014 e 2021.

Seu primeiro trabalho como técnico de um clube profissional foi no Swansea City. Ele assumiu em junho de 2019, e nas duas temporadas em que esteve por lá não conseguiu levar a equipe de volta à Premier League. Em ambas as oportunidades, o time acabou eliminado nos playoffs da Championship.

O trabalho à frente do Forest

Em setembro de 2021, Cooper foi anunciado como novo técnico do Nottingham Forest, da Championship, assinando um contrato de dois anos.

No momento de sua contratação, o Forest amargava a lanterna da 2ª divisão inglesa. Era preciso muito trabalho para reverter a situação e fazer a equipe ascender na tabela. Cooper conseguiu.

O jovem treinador estabeleceu um novo estilo de jogo para equipe, encorajando os jogadores a terem confiança com a bola no pé e a atacarem em mais quantidade. Mais do que isso, melhorou a mentalidade do vestiário e promoveu a união entre os atletas.

Deu muito certo, e o Forest conseguiu uma heroica promoção à Premier League após bater o Huddersfield na final dos play-offs da Championship.

Em seu primeiro ano na Premier League, Cooper encontrou muita dificuldade, mas manteve o Forest na elite do futebol inglês. A equipe terminou na 16ª colocação do certame, com 38 pontos conquistados.

Na temporada seguinte, o Forest largou muito mal, somando apenas três vitórias em 17 rodadas. Apesar de querido pelos torcedores, Cooper não suportou a pressão e acabou demitido no dia 19 de dezembro.

Ele chegou a treinar alguns brasileiros enquanto comandava o Forest. Os zagueiros Felipe e Murillo, o volante Danilo e o meia Gustavo Scarpa passaram pelo clube com Cooper.

Scarpa e Danilo foram contratados quando eram jogadores do Palmeiras. Murillo, por sua vez, chegou enquanto promessa do Corinthians.

Um ‘plano C'?

Ainda de acordo com o The Guardian, se as negociações com Steve Cooper fracassarem, o Leicester tentará uma terceira cartada: Carlos Corberán, técnico do West Bromwich.

Vale destacar que, quem assumir o Leicester terá a missão de blindar os jogadores dos problemas financeiros que o clube vive.

Os Foxes, inclusive, podem começar a campanha na Premier League com dedução de pontos, por conta da violação das regras de lucro e sustentabilidade da competição.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme CalvanoRedator

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo