Inglaterra

Klopp revela seus planos para futuro após se despedir do Liverpool

Jürgen Klopp deixou o Liverpool após quase uma década e agora terá momento para refletir sobre a continuidade da carreira

No último domingo (19), Jürgen Klopp fez sua última partida no comando do Liverpool, que venceu o Wolverhampton por 2 a 0, em Anfield, pela 38ª rodada da Premier League. Como esperado, os Reds preparam uma linda despedida para o treinador, que está marcado como um dos maiores de sua história. Agora, a pergunta que não quer calar é: o que o alemão pretende fazer?

No final de janeiro, Klopp pegou todo mundo de surpresa ao anunciar que estava de saída do Liverpool no final da temporada, mesmo tendo contrato até junho de 2026. Como justificativa, o treinador alemão explicou como sua saúde mental foi afetada em oito anos e meio nos Reds. Portanto, ele indiciou que tiraria um período sabático do futebol para recuperar suas energias.

Entretanto, Jürgen Klopp deixou no ar a possibilidade de nunca mais treinar pelo resto de sua vida. Aos 56 anos, o técnico reforçou que o peso e a carga emocional em seus últimos meses de Liverpool o fizeram cogitar a aposentadoria. O alemão reconhece que nada disso está garantido, pois ele quer entender como irá se sentir longe da função. Caso tenha vontade, irá dar o próximo passo na carreira. Se não, os Reds podem ter sido sua última experiência:

– Não sei exatamente por que ninguém acredita que provavelmente não voltarei a ser técnico. Mas eu entendo porque obviamente parece ser uma droga – parece assim porque todo mundo volta e todo mundo trabalha até os 70 e poucos anos. Sempre tive a ideia de que não farei isso por muito tempo. Olha, outras pessoas são mais espertas, outras pessoas podem fazer isso de maneiras diferentes. Eu tenho que depositar tudo, eu tenho que ter aquela fagulha, eu tenho que ser todas essas coisas, mas eu estou cheio, é isso -, refletiu Klopp

Klopp é celebrado no Liverpool

Antes mesmo da bola rolar, o Liverpool já tinha preparada inúmeras homenagens para Klopp. A torcida subiu um mosaico com o nome do técnico (Jürgen) seguido das letras YNWA (You’ll Never Walk Alone), que representa o lema dos Reds e significa Você Nunca Caminhará Sozinho, em português. Além disso, uma faixa com os dizeres “Doubters. Believers. Conquers.”, cuja tradução livre é Céticos, Crentes e Conquistadores.

A fala é uma referência à primeira coletiva de Jürgen Klopp no Liverpool, lá em 2015, quando a fase não era das melhores. E o treinador alemão estava certo, pois ele deixa os Reds com 489 jogos, 298 vitórias e 109 derrotas. Ao todo, foram oito títulos em quase uma década: Champions League, Supercopa da Uefa, Mundial de Clubes, Premier League, duas Copas da Liga Inglesa, Copa da Inglaterra e Supercopa da Inglaterra.

Além disso, Klopp é o quarto treinador com mais jogos na história do Liverpool. Após o apito final, o técnico foi celebrado por jogadores, torcedores e comissão técnica, e a emoção tomou conta de Anfield. O alemão, com seu bom humor característico, fez questão de tranquilizar todos ao argumentar que mudanças são positivas, além de dar um spoiler sobre quem será seu substituto nos Reds.

Jürgen Klopp pediu para a torcida do Liverpool gritar o nome de Arne Slot, que será o comandante a partir da próxima temporada vindo do Feyenoord. Enquanto ao treinador alemão, resta saber se o tempo longe do futebol o fará ter saudades de trabalhar ou confirmará seu desejo de viver sua vida pessoal sem a pressão ocasionada pelo esporte. Fato é que os Reds sentirão falta de seu ídolo.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo