Inglaterra

Klopp tem duas decisões cruciais a tomar antes da ‘final’ contra o Manchester City

Klopp vai precisar escolher sua abordagem para a Liga Europa no Liverpool às vésperas da decisão contra o Manchester City na Premier League

Pontos corridos não tem final, mas o duelo entre Liverpool x Manchester City no próximo domingo (10), às 12h45 (horário de Brasília), em Anfield, pela 28ª rodada da Premier League, tem ares de decisão. O time de Jürgen Klopp lidera o campeonato com 63 pontos, apenas um acima dos Citizens. Contudo, os Reds ainda não podem focar 100% em Pep Guardiola e companhia, já que têm uma partida importante na Liga Europa.

Na quinta-feira (7), às 14h45 (horário de Brasília), o Liverpool encara o Sparta Praga, na Generali Arena, pelo jogo de ida das oitavas de final da Europa League. Em meio a esse cenário, o técnico alemão vive um dilema: mandar uma equipe reserva para a República Tcheca, ou dar rodagem para alguns de seus principais jogadores antes do City? Aliás, Klopp tem duas decisões cruciais a tomar.

Elas atendem pelos nomes Dominik Szoboszlai e Darwin Núñez, que voltaram recentemente de lesões para atuar na vitória do Liverpool sobre o Nottinham Forest, pela Premier League. Como esperado, nem o meia, tampouco o centroavante, estão com o ritmo de jogo ideal para a final contra os Citizens. Em meio a esse cenário, atuar alguns minutos na Liga Europa poderia a dupla nesse sentido.

Por outro lado, o medo do treinador alemão é que Szoboszlai e/ou Núñez se machuquem diante do Sparta, virando desfalques de peso para o jogo contra Guardiola. Ou seja, Jürgen Klopp se encontra em uma encruzilhada em relação ao húngaro e ao uruguaio. A tendência é que os dois sejam utilizados pelos Reds na Europa League, até porque eles não vinham entrando em campo.

Klopp quer dar ritmo aos recém-recuperados no Liverpool

Se tem uma coisa que Klopp costuma dizer em suas entrevistas no Liverpool, é o desejo de dar ritmo a seus jogadores no Liverpool. Principalmente os recém-recuperados. Os Reds estão sofrendo com o alto número de lesões em 2023/24, e, com o fim da temporada cada vez mais próximo, o técnico precisa se virar com o que tem à disposição em meio às decisões.

Dominik Szoboszlai, por exemplo, perdeu praticamente janeiro inteiro devido a uma lesão na coxa. Pouco tempo após retornar, o meia sentiu um novo problema muscular, ficando sem atuar por todo fevereiro e retornado nos últimos dias. Diante do Forest, o húngaro ficou em campo por apenas 14 minutos mais acréscimos (que rendeu quase mais 10 minutos, é verdade).

Já Darwin Núñez jogou 45 minutos na goleada do Liverpool sobre o Brentford por 4 a 1, na Premier League, no dia 17 de fevereiro. Jürgen Klopp precisou substituir o atacante em decorrência de um problema muscular. Por conta disso, o uruguaio sequer entrou em campo pelas próximas três partidas dos Reds, incluindo a final da Copa da Liga Inglesa, quando ele inclusive comemorou (e muito) o título apesar da lesão.

Núñez jogou 30 minutos mais acréscimos contra o Nottingham Forest. Agora, é preciso esperar para ver o que o técnico alemão vai escolher diante do Sparta Praga: dar tempo de jogo à dupla, ou poupá-los para a decisão contra o Manchester City na Premier League. São nesses detalhes em que se ganha um título (ou se perde a taça). A ver cenas dos próximos capítulos dos Reds.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo