Inglaterra

João Pedro estreou marcando, e o Brighton deu um amasso no Luton Town

A sensação da última Premier League começou a nova edição goleando o recém-promovido

O Brighton foi a grande sensação da última Premier League. Chegou em sexto lugar, jogou um futebol maravilhoso e fez semifinal de Copa da Inglaterra. Depois da melhor campanha da sua história, porém, perdeu Alexis Mac Allister para o Liverpool e está prestes a vender Moisés Caicedo (no momento, para o Chelsea). A saída de dois de seus principais jogadores nem foi sentida na goleada por 4 a 1 sobre o recém-promovido Luton Town na primeira rodada. O brasileiro João Pedro estreou marcando de pênalti.

De Zerbi aposta na experiência

O Luton, uma surpresa entre os acesso da Championship e um clube de recursos modestos impulsionado por seus torcedores, tem provavelmente o pior elenco da Premier League. E ainda pegou uma equipe bem experiente do Brighton (conhecido pelo desenvolvimento de garotos), com média de idade de 29 anos entre os titulares. James Milner foi titular na lateral direita, começando sua 22ª temporada como profissional. Jovens mesmo apenas o zagueiro Jan Paul van Hecke e João Pedro.

Em nota de curiosidade, Pelly Ruddock Mpanzu foi titular e oficialmente se transformou no único jogador que defendeu o mesmo clube em todas as divisões profissionais da Inglaterra. Está no Luton Town desde 2013/14, ainda na quinta divisão, e participou de toda a progressão à Premier League.

Maior reforço da história do Brighton

O Brighton tem como costume apostar em jovens e buscar valor no mercado com reforços baratos. No entanto, classificado à Liga Europa, resolveu esbanjar e pagou £ 30 milhões para tirar João Pedro do Watford. O ex-atacante do Fluminense estreou formando o ataque com Danny Welbeck e abriu a sua contagem. Depois de Solly March fazer 1 a 0, com uma cabeçada firma em cruzamento de Mitoma, João Pedro cobrou pênalti para ampliar, aos 26 minutos do segundo tempo.

Artilheiro do Luton Town na segunda divisão com 20 gols, Carlton Morris descontou de pênalti. O terceiro gol do Brighton foi marcado por Simon Adingra, aproveitando vacilo da defesa após Estupiñán exigir boa defesa do goleiro Thomas Kaminski. Ponta de 21 anos, Adingra espera seguir os passos de Mitoma e se firmar no Brighton após uma excelente temporada emprestado à Union Saint-Gilloise. O garoto Evan Ferguson fechou o placar.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo