Copa da Inglaterra

Em jogo animado, Liverpool passa fácil pelo Norwich em Anfield e garante vaga nas oitavas da Copa da Inglaterra

Liverpool mostra (mais uma vez) sua força em casa, consegue se impor e domina Norwich durante os 90 minutos

No primeiro jogo após Jürgen Klopp anunciar que deixará o Liverpool ao final da temporada, os Reds premiaram o técnico alemão com uma atuação de gala e passaram por cima do Norwich City, neste domingo (28), em Anfield. Curtis Jones, Darwin Núñez, Diogo Jota, Van Dijk e Gravenberch fizeram os gols da goleada por 5 a 2 e colocaram o Liverpool nas oitavas de final da Copa da Inglaterra.

Liverpool ‘amassa’ Norwich, mais vai para o intervalo com vantagem mínima

Nos minutos iniciais do jogo, o Liverpool fez aquilo que se tornou rotina na ‘era Klopp’: marcação adiantada, forte pressão e sufocamento do adversário. Aos 5′, a defesa do Norwich saiu jogando errado, Curtis Jones retomou a posse e serviu Joe Gomez. O zagueiro/lateral-direito arriscou finalização de fora da área e assustou o goleiro George Long, que viu a bola passar rente à trave. Quase no lance seguinte, Gakpo também chegou perto de marcar. O holandês recebeu cruzamento preciso de Gravenberch na segunda trave, dominou livre de marcação e arrematou por cima do gol.

O volume de jogo do Liverpool impressionava e os Reds não deixavam o Norwich respirar. Aos 10′, Darwin Núñez se aproveitou de nova saída errada dos visitantes, viu o espaço livre para experimentar o chute e resolveu tentar. Em finalização forte e colocada, o atacante uruguaio acertou a trave esquerda e arrancou suspiros das arquibancadas de Anfield. Pouco tempo depois, não teve jeito. Cruzamento de McConnell na medida para Curtis Jones, que cabeceou no contrapé de Long e  abriu o placar.

Quando tudo parecia se encaminhar para uma vitória tranquila do Liverpool, eis que o Norwich resolve aprontar em sua primeira chegada ao ataque. Aos 21′, Gabriel Sara cobrou escanteio com perfeição, na cabeça de Ben Gibson. No primeiro pau, o zagueiro conseguiu desvio sutil e matou Alisson, que nada pôde fazer: 1 a 1. Apesar do bom momento, os Canários mal puderam comemorar, já que os Reds rapidamente reagiram ao tento de empate.

Não demorou muito e o rolo compressor do Liverpool voltou a funcionar. Aos 27′, Bradley roubou a bola no lado direito, tabelou com Diogo Jota e deixou Darwin Núñez cara a cara com Gibson. Frio, o camisa 9 mandou no cantinho do arqueiro e recolocou os Reds na frente. E ficou por isso mesmo na etapa inicial. Os donos da casa criaram o suficiente para uma vitória parcial por dois ou mais gols de diferença. Já o Norwich, com mais sorte do que juízo, deixou o campo no lucro e ainda vivo na partida.

Liverpool amplia e confirma classificação às oitavas

Gabriel Sara estava a fim de jogo e assustou os torcedores do Liverpool no início do segundo tempo. Após a defesa dos Reds afastar parcialmente cruzamento, o cria do São Paulo soltou uma pancada de longe e levou perigo à meta defendida por Alisson. Na mesma moeda, Curtis Jones respondeu logo em seguida. Autor do primeiro gol, o camisa 17 puxou para dentro, ganhou ângulo e chutou colocado tirando tinta da trave.

Aos sete minutos, Diogo Jota ampliou a vantagem do Liverpool. O atacante recebeu lançamento longo vindo do campo de defesa, contou com falha de Ben Gibson – que cortou parcialmente de cabeça e acabou ajeitando para o camisa 20 -, e tocou na saída de Long: 3 a 1. Posteriormente, em seu primeiro toque na bola, Van Dijk fez o quarto gol dos Reds. Szoboszlai, que também tinha acabado de entrar em campo, cobrou escanteio na cabeça do zagueiro holandês, que testou sozinho, firme e consciente: 4 a 1.

Novamente quando a partida parecia controlada pelo Liverpool, o Norwich foi letal no ataque. Quansah cortou parcialmente um chutão vindo da defesa dos Canários e acabou entregando nos pés de Sainz. O camisa 7, que no lance anterior teve gol anulado por impedimento, dessa vez não deu margem para contestações. Com linda batida de fora da área, acertou o ângulo de Alisson e diminuiu o prejuízo dos visitantes.

Aos 33′, George Long ostentou sequência incrível de defesas. Primeiro em chute forte de Diogo Jota. Depois, salvou em cima da linha uma finalização à queima-roupa de Gravenberch. Antes do apito final, deu tempo de mais um gol dos Reds. Nos acréscimos, o próprio Gravenberch completou cruzamento de Bradley no segundo pau e marcou o quinto.

Estatísticas de Liverpool 5 x 2 Norwich – Copa da Inglaterra 2023/24

  • Posse de bola: 73% x 27%
  • Faltas: 7 x 3
  • Finalizações: 30 x 6
  • Finalizações no gol: 10 x 5
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo