Champions LeagueEuropaInglaterra

Com esse futebol (e esses resultados), Liverpool não terá vida longa na Champions

A temporada do Liverpool vem sendo muito ruim. O 12º lugar na Premier League é uma demonstração disso, além da fraca campanha na Champions League, com uma vitória e três derrotas. Mesmo assim, esta quarta era uma grande oportunidade de vencer e melhorar a situação. O time nem isso conseguiu. Contra o Ludogorets, único time que o Liverpool venceu no grupo, os ingleses ficaram em um empate por 2 a 2, sendo que o gol do time búlgaro saiu a três minutos do final. Um empate dramático e triste de um time sem vigor, sem alma, mas principalmente sem futebol.

VITÓRIA: Arsenal precisa de mais jogos como este contra o Dortmund
REAL MADRID: Navas fez um milagre para salvar o Real e também tirou onda com um drible à Neuer
ZENIT: Jogada de Hulk e gol de português dão vitória ao Zenit e eliminam Benfica

O gol de Dani Abalo, logo aos três minutos, já era um daqueles sinais de um time em má fase. Um chute fácil foi rebatido por Mignolet e Abalo mandou para as redes. A sorte é que a defesa do Ludogorets devolveu o presente e Lambert tocou de cabeça para a rede, aos oito minutos. O time não jogava bem, criava pouco e Gerrard, atuando como um meia ofensivo, chegava mais, mas o Liverpool parece com dificuldades em criar chances de gol.

Sterling, um dos destaques do time na temporada passada, estava apagado do jogo, mas foi dele que saiu a jogada que levou o Liverpool à vantagem no placar. Aos 37 minutos, em uma jogada pela esquerda, Sterling cruzou rasteiro em progressão e Henderson chegou pelo outro lado e completou para marcar 2 a 1. Tudo encaminhado? Não, nada disso. O Liverpool até teve mais chance no segundo tempo, uma delas nos pés de Henderson, que chutou por cima uma bola que nem goleiro mais tinha. A punição veio.

Aos 43 minutos, em um escanteio, a bola desviou no meio da área e Terziev tocou de cabeça. Gol que deixou Brendan Rodgers bastante preocupado. A situação do Liverpool emo termos de classificação não é exatamente desesperadora, mas o futebol é. O Liverpool tem quatro pontos, mesma pontuação de Basel e do próprio Ludogorets. Na última rodada, o Liverpool enfrenta o Basel em Anfield Road e precisa vencer. Um empate classifica o Basel – a não ser que o Ludogorets vença o Real Madrid na Espanha, o que é absolutamente improvável.

Vencer o Basel em casa não é uma missão impossível. O problema é que mesmo vencendo, o Liverpool avançará como um time frágil, incapaz de se defender com eficiência e atacar com qualidade. E, assim, não será páreo para um dos grandes times europeus do momento, como Bayern de Munique ou mesmo o Paris Saint-Germain ou o Barcelona. E mesmo que haja a possibilidade razoável de classificação, é preciso lembrar que o Basel está longe de ser um time ruim. Contra o Real Madrid, nesta quarta, perdeu por 1 a 0 em casa dando trabalho. Evidente que o Real Madrid também jogou com freio de mão puxado, mas ainda assim, é um time com qualidades. Tanto que venceu o Liverpool na Suíça. Em Anfield, tem capacidade para complicar. O Liverpool, se não melhorar, não terá vida longa na Champions.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo