Inglaterra

Chelsea ganha uma do Barcelona e renova com Azpilicueta até 2024

O capitão do Chelsea estendeu seu contrato até 2024 e evita que Tuchel fique com a defesa ainda mais desfalcada

Além de contratar dois jogadores que estavam na mira do Chelsea, Raphinha e Jules Koundé, o Barcelona também queria aproveitar que César Azpilicueta e Marcos Alonso estavam chegando ao fim de seus contratos para levar os dois experientes defensores por um preço camarada. Mas pelo menos uma vitória sobre os catalães os Blues conseguiram. Nesta quinta-feira, o capitão Azpilicueta renovou contrato até 2024 e ficará em Stamford Bridge por enquanto.

O contrato de Azpilicueta havia sido automaticamente renovado em março até o fim da temporada 2022/23. Antes da mudança de donos, o Chelsea havia oferecido um novo acordo de apenas um ano. Azpilicueta não curtiu e queria ir ao Barcelona. O técnico Thomas Tuchel chegou a dizer que “não tinha certeza se queria dar a Azpi o que ele queria”. Todd Boehly, comandando a janela azul como diretor de futebol interino, mudou a proposta, e Azpilicueta assinou por mais dois anos.

Após perder Andreas Christensen e Antonio Rüdiger, Tuchel não queria de jeito nenhum deixar sair mais um jogador que pode atuar como zagueiro, além de ser um líder de vestiário e importante reserva de Reece James caso o alemão decida implementar uma linha de quatro na defesa. Com dificuldade para acessar o mercado de defensores, a permanência de Azpilicueta ajuda por pelo menos mais um ano.

“Estou muito feliz por estender minha permanência no Chelsea, a minha casa. Faz quase 10 anos desde que cheguei, então sinto muito o amor e estou empolgado pelo novo projeto que temos em mãos. Sou um capitão muito orgulhoso e espero que possamos compartilhar muitas boas memórias juntos”, disse Azpilicueta, que chegou do Olympique de Marseille em agosto de 2012.

O Chelsea segue ativo no mercado. Deve em breve confirmar a contratação de Marc Cucurella, lateral esquerdo do Brighton, atravessando o interesse do Manchester City. Isso significa que Marcos Alonso ficaria mais próximo do Barcelona. O Leicester rejeitou a última proposta de £ 60 milhões por Wesley Fofana, mas os Blues devem continuar negociando pelo jovem zagueiro francês e também estão na pista por mais um atacante. Nesta quinta-feira, fecharam com o jovem meia Carney Chukwuemeka, que estava no mercado após deixar claro que não renovaria com o Aston Villa.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo