Inglaterra

Cavani é suspenso por três jogos por comentário racista no Instagram

Edinson Cavani, do Manchester United, foi suspenso por três jogos pela Football Association (FA) por ter usado uma palavra racista no seu Instagram, em novembro. O uruguaio se referiu a uma outra pessoa, que conhece, como “negrito”, termo considerado racista. O atacante admitiu o erro e foi multado em £100 mil e fará um treinamento para reeducação em relação ao assunto. Na época, Cavani apagou o post e pediu desculpas.

LEIA TAMBÉM: Rashford acha gol nos acréscimos, United vence Wolves e vai ao segundo lugar da Premier League

“Um comentário publicado no Instagram do atacante do Manchester United ofensivo, abusivo e inapropriado e trouxe descrédito ao jogo, contrário à regra E3.1 da FA. A publicação também constitui uma ‘violação agravada, o que está definido na regra E3.2 da FA, já que incluiu referência, seja expressa ou implícita, em relação a cor e/ou gênero e/ou origem étnica”, diz comunicado divulgado pela FA.

Isso significa que Cavani não poderá jogar a partida de sexta-feira contra o Aston Villa, pela Premier League, nem a semifinal da Copa da Liga, contra o Manchetser City e nem o jogo da Copa da Inglaterra contra o Watford, todos no estádio Old Trafford.

“Como ele afirmou, Edinson Cavani, não sabia que suas palavras poderiam ser mal interpretadas e se desculpou sinceramente pela postagem a todos que se sentiram ofendidos”, diz comunicado do Manchester United. “Apesar de acreditar honestamente que estava simplesmente agradecendo afetuosamente uma mensagem de parabéns de um amigo próximo, ele escolheu não contestar a acusação em respeito e em solidariedade à luta da FA contra o racismo no futebol. Ainda que esteja claro que contexto e intenção são fatores chave, nós notamos que a comissão regulatória independente tinha que impor um mínimo de três jogos de suspensão”, diz ainda comunicado do United.

“A última coisa que eu queria era ofender alguém. Me oponho completamente ao racismo e apaguei a mensagem assim que me explicaram que poderia ser interpretado de outra maneira. Eu gostaria de me desculpar sinceramente por isso”, afirmou Cavani sobre o caso.

“O clube acredita que a comissão regulatória independente irá deixar claro nas suas razões escritas que Edinson Cavani não é racista, nem que havia qualquer intenção racista em relação à sua publicação”, continua o clube. O Manchester United ainda afirmou que espera que o dinheiro da multa seja usada para ações de combate ao racismo.

“Negrito” seria uma expressão que seria usada habitualmente por Cavani com o amigo que comentou na sua publicação, mas o jogador entendeu que é uma expressão considerada racista na Inglaterra. O termo já foi motivo de punição também a Luis Suárez, que teria dito isso a Patrice Evra, embora o uruguaio tenha dito que falou “de forma carinhosa” e tentou explicar que no Uruguai não seria visto assim. A explicação não colou e o jogador ficou suspenso. Ele admitiu depois que falou “negro”, não “negrito”. De qualquer forma, o termo foi mal visto e mesmo Evra não gostou da forma como o uruguaio se referiu a ele.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!