Holanda

Ídolo de United e Arsenal terá primeira chance como técnico profissional na Holanda

O ex-jogador Robin Van Persie firmou contrato de dois anos com o Heerenveen, da Eredivisie

Mais um herói do futebol dos anos 2000 se tornou treinador. Assim com Xavi Hernández, Frank Lampard, Mikel e Mikel Arteta, Robin Van Persie se prepara para estrear oficialmente na principal liga do seu país. O “Holandês Voador” foi anunciado nesta sexta-feira, 17, como novo comandante do Heerenveen, da Eredivisie.

– A profissão de treinador é abrangente e desafiadora e exerço com grande paixão e prazer. Gostaria de continuar o meu desenvolvimento e o papel de treinador principal enquadra-se perfeitamente nesse objetivo. Estou, portanto, satisfeito com a oportunidade que o Heerenveen me ofereceu. O SC Heerenveen é um clube muito bom da Eredivisie, com uma tradição rica e torcedores leais. É um desafio fantástico contribuir para as ambições esportivas e o desenvolvimento do clube como treinador principal – celebrou o ex-jogador de Manchester United, Arsenal e Feyenoord.

No clube da província de Frísia, Van Persie irá reencontrar Ferry de Haan, dupla que estava no elenco do Feyenoord campeão da Copa da Uefa (hoje Liga Europa) em 2002. Hoje, o ex-colega de gramados de Robin é o diretor esportivo da equipe.

– Embora Robin esteja no início de sua carreira como treinador principal, ele nos convenceu imediatamente. Ele é um treinador ambicioso, apaixonado e ansioso por aprender. Acho que ele sabe muito bem como mover um grupo, como inspirar e ele também tem uma visão clara sobre o desenvolvimento dos jogadores, tanto no treino coletivo quanto na orientação individual – celebrou Haan.

O técnico holandês assume para a próxima temporada e terá vínculo até 2026. O Heerenveen ainda joga a última rodada da Eredivisie 2023/24, na qual estão na 10ª colocação, sob o comando de Kees Van Wonderen, de saída do clube após dois anos no cargo.

Van Persie se aposentou dos gramados em 2019 e já iniciou sua trajetória à beira do campo. Pelo Feyenoord, o clube que o formou e depois ele pendurou as chuteiras, ele foi treinador de atacantes, auxiliar de Arne Slot e, desde julho do ano passado, comandava o time sub-18.

Van Persie concluiu licença de treinador no Manchester United

Em fevereiro desse ano, o Holandês Voador voltou ao CT do United em Carrington e acompanhou os trabalhos da comissão técnica do compatriota Erik Ten Hag, como parte obrigatória da conclusão da licença Pro do curso de treinadores da Uefa. Ele também um workshop com os membros do clube. Foi uma escolha do ex-jogador retornar ao clube, pois a entidade máxima do futebol europeu solicita que durante a capacitação para treinador o aluno visite um clube fora do país de origem para agregar ao aprendizado.

O torcedor dos Red Devils deve ter se sentido nostálgico com Robin de volta ao clube. Em 2013, o então atacante foi essencial para conquista da Premier League de 2013, a última vencida pelo United, justamente temporada na qual Sir Alex Ferguson se aposentou. Formando um ataque mágico com Wayne Rooney, Van Persie marcou 26 gols naquela campanha, sendo um hat-trick na partida que sacramentou o título, contra o Aston Villa.

O holandês protagonizou uma controversa transferência direto do rival Arsenal, clube que mais jogou (278) e marcou gols (132) na carreira, para o United, onde ficaria até 2015. Ele ainda passou dois anos no Fenerbahçe antes de se aposentar no Feyenoord.

Pela seleção holandesa, ostenta a marca de maior artilheiro da história com 50 gols em 102 partidas. Van Persie participou de duas Eurocopas e três Copas do Mundo, incluindo o vice de 2010 e o terceiro lugar de 2014, quando marcou o gol mais marcante da carreira naquele peixinho histórico contra a Espanha.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo